Banco de dados de questões do vestibular Fgv
questões de vestibulares
|

 

Questões Fgv

REF. Pergunta/Resposta
origem:Fgv-1996
tópico:
Fisica

sub-grupo:

pergunta:Pedro, residente em Ubatuba, cidade litorânea, apreciador de chá, costuma prepará-lo meticulosamente, sempre da mesma forma, usando sua marca predileta, e água de uma determinada fonte de encosta, para, logo em seguida, tomá-lo bem quente. Certa vez, foi passar o inverno em Campos do Jordão, cidade serrana próxima, contudo bem mais fria, por estar em elevada altitude (1 700 m acima de Ubatuba), e, também ali preparou sua bebida predileta, seguindo rigorosamente os mesmos procedimentos adotados em Ubatuba e utilizando a mesma marca de chá, dosagem e água, inclusive, que, cuidadosamente, para lá levou, em recipiente de vidro. Contudo, ao tomar o chá, ainda bem quente, teve a nítida sensação de estar este com sabor mais fraco.
Indique a alternativa correta.
a) Não há razão para estar mais fraca a bebida de Campos do Jordão, pois foi preparada com os mesmos ingredientes e procedimentos, contudo, ela pode assim parecer se estiver menos quente.
b) Não há razão para estar mais fraca a bebida de Campos do Jordão, pois foi preparada com os mesmos ingredientes e procedimentos, contudo, como a temperatura ambiente do inverno de Campos do Jordão costuma ser inferior à de Ubatuba, é possível que tal abaixamento da temperatura tenha provocado diminuição da sensibilidade gustativa de Pedro.
c) Mesmo utilizando os mesmos procedimentos e, supostamente, os mesmos ingredientes, a bebida de Campos do Jordão pode ser sensivelmente mais fraca, principalmente devido à deficiência de controle de qualidade na seleção e industrialização do chá.
d) Até se utilizados os mesmos procedimentos e ingredientes, a bebida de Campos do Jordão deve ser mais fraca, em conseqüência de efeitos da força da gravidade.
e) Não há nenhuma razão para bebidas preparadas em Santos e Campos do Jordão, com mesmos ingredientes e procedimentos, serem mais ou menos fortes, portanto, se houve percepção diferenciada, a mais provável explicação localiza-se na capacidade perceptiva de Pedro, como a devida a resfriados e congestões nasais.



resposta:
[D]

origem:Fgv-1996
tópico:
Fisica

sub-grupo:

pergunta:Segundo a lenda, Ícaro, desobedecendo às instruções que recebera, voou a grandes alturas, tendo o Sol derretido a cera que ao seu corpo colava as asas, assim provocando sua queda ao Mar Egeu. Não obstante, os pontos da superfície terrestre de maior altitude, como os cumes das montanhas, geralmente são mais frios, comparativamente aos de semelhante latitude.
Indique a afirmação que contém causa correta do fenômeno.
a) Deve-se a temperatura inferior à gradativa dissipação do calor proveniente do núcleo da Terra, que está em elevada temperatura.
b) Deve-se a temperatura inferior de tais pontos à noite que é mais fria.
c) A existência da força da gravidade representa importante papel na explicação da temperatura inferior de tais pontos.
d) Os pontos de elevada altitude não recebem menor incidência direta de energia solar, mas a incidência de energia refletida pela Terra é efetivamente menor, assim explicando-se sua temperatura inferior.
e) A existência da força de gravidade nada tem a ver com a ocorrência de temperaturas inferiores em tais pontos, além do mais, as massas de ar quente tem movimento ascensional, contrário, pois, ao sentido da gravidade, assim transportando, por convecção, calor dos pontos mais baixos aos mais altos. A ocorrência dessas temperaturas inferiores é explicada pela transparência da atmosfera à irradiação solar.



resposta:
[D]

origem:Fgv-1996
tópico:
Mecanica

sub-grupo:

pergunta:Considere duas montagens, X e Y, cada qual com um cilindro vertical de grandes dimensões, e contendo um foguete de dimensões desprezíveis em relação aos cilindros, disposto também verticalmente, com seu eixo longitudinal coincidindo com o do respectivo cilindro e inicialmente em repouso. Cada foguete dispõe de um único sistema de propulsão, consistente de: 1) um recipiente solidário à estrutura do foguete, com uma única abertura voltada para trás, no caso, para baixo, 2) um sistema injetor de combustível e comburente e, 3) um sistema de início de combustão. No que importa à questão, as montagens X e Y diferem exclusivamente quanto à pressão, idealmente, em qualquer instante, mesmo com a combustão em andamento nos dois foguetes: atmosférica em X e vácuo em Y. Os foguetes, respectivos combustíveis, comburentes e sistemas de combustão são iguais. Em dado instante inicia-se a combustão simultaneamente em ambos os foguetes. A propulsão dos dois foguetes é suficiente para movimentá-los à pressão atmosférica.
Assinale a alternativa correta.
a) O foguete Y não entrará em movimento, pois tal movimento se basearia no princípio da ação e reação, sendo esta inexistente, no presente caso, pois o vácuo é incapaz de suportar ou reagir à qualquer força.
b) O foguete Y terá, em uma primeira etapa, velocidade menor que a de X.
c) O foguete Y terá, em qualquer etapa, velocidade igual a de X.
d) O foguete Y terá, em qualquer etapa, velocidade maior que a de X.
e) A velocidade do foguete X inicialmente será maior que a de Y, até atingir a velocidade limite, a partir de então, permanecerá constante, e, após certo tempo, será superada pela de Y.



resposta:
[D]

origem:Fgv-1996
tópico:
Fisica

sub-grupo:Trabalho e energia

pergunta:João, cidadão responsável, entende ser obrigação de todos fazer o que está ao seu alcance para promover o bem comum. Por outro lado, considera prejudicial ao interesse do respectivo proprietário, bem como ao de toda a sociedade, o desnecessário consumo ou desgaste de qualquer bem. Contudo, é obrigado a utilizar-se de seu carro para ir ao trabalho. Consulta-o, pois, sobre uma forma de dirigir que concilie as exigências de horário, à conveniência de reduzir a poluição do ar, o desgaste do carro e do patrimônio público e, se possível, de economizar combustível.
Indique a alternativa a ser apresentada por João.

Quanto à forma de dirigir: para as alternativas a), b), c), d)

a) Evitar variações de velocidade, especialmente as bruscas, para: 1) reduzir o desgaste mecânico do veículo, dos pneus e da via pública; 2) não elevar desnecessariamente a concentração de partículas na atmosfera, provenientes do solo e do desgaste dos pneus; 3) reduzir a desnecessária produção de poluentes gasosos, oriundos da combustão no motor.
b) Evitar variações bruscas da velocidade para: 1) reduzir o desgaste mecânico do veículo, dos pneus e da via pública; 2) não elevar desnecessariamente a concentração de partículas na atmosfera, provenientes do solo e do desgaste dos pneus; 3) reduzir a desnecessária produção de poluentes gasosos, oriundos da combustão no motor; e 4) minimizar a soma das diminuições de energia cinética do carro.
c) Evitar velocidade elevada, para aumentar a segurança, contudo, uma vez adotada tal recomendação, duvidosos são os efeitos das medidas preconizadas na alternativa a) e, se reais, absolutamente irrelevantes.
d) Evitar mudanças de direção, por exemplo, sucessivas mudanças de faixas, apenas para reduzir o consumo de pneus, pois tais mudanças não afetam a quantidade de movimento do carro.

Quanto à manutenção do carro.

e) Manter o motor regulado e os pneus na pressão recomendada, para reduzir o desgaste mecânico de ambos e o consumo de combustível, contudo, uma vez observadas tais recomendações, a influência das variações da velocidade escalar sobre o consumo de combustível é desprezível, pois o carro movimenta-se em um campo gravitacional, conservativo, portanto, a energia utilizada é a função da posição inicial e final.



resposta:
[B]

origem:Fgv-1996
tópico:
Fisica

sub-grupo:

pergunta:Em um refrigerador, que estava ligado e em perfeito funcionamento, Paulo colocou, em pontos equivalentes, e em termos de refrigeração, uma garrafa com água mineral gaseificada e um frasco contendo iogurte batido e adoçado. Após três dias, Paulo tomou um gole do iogurte e, em seguida, da água.
Indique a alternativa correta.
a) O citado iogurte deve provocar sensação de mais frio quando estiver adoçado com produtos altamente energéticos, como açúcar ou mel.
b) O citado iogurte deve provocar sensação de menos frio, em conseqüência do seu teor de gordura, sendo esta sensação acentuada pelo aumento deste teor, tendo em vista o efeito inibidor da gordura à percepção do frio.
c) O citado iogurte não deve provocar sensação de menos frio quando estiver adoçado com produtos de baixo teor energético, como adoçantes dietéticos.
d) Independentemente do teor de gordura ou do adoçante empregado, a água deve provocar uma sensação de menos frio, por possuir calor específico mais elevado que o do citado iogurte.
e) Independentemente do teor de gordura ou do adoçante empregado, a água deve provocar uma sensação de mais frio, por possuir calor específico mais elevado do que o citado iogurte.



resposta:
[E]

origem:Fgv-1995
tópico:
Fisica

sub-grupo:

pergunta:O gráfico representa a velocidade, em função do tempo, de uma bola de 100 g, que colide contra um anteparo, durante o intervalo de t‚ a t„.

imagem não disponivel


A força média exercida pela bola durante o intervalo de t‚ a t„, teve módulo, em newtons, igual a
a) 1,5 × 10³
b) 1,5 × 10¦
c) 3 × 10²
d) 3 × 10(a quarta potencia)
e) 6 × 10³


resposta:
[C]

origem:Fgv-1995
tópico:
Fisica

sub-grupo:

pergunta:A energia mecânica dissipada durante a colisão é, em joules, igual a
a) 1,5 × 10­¢
b) 2 × 10²
c) 3 × 10­¢
d) 3 × 10²
e) 4 × 0­¢



resposta:
[A]

origem:Fgv-1995
tópico:
Fisica

sub-grupo:

pergunta:É dado um sistema Sideal constituído por:

I. um cilindro;
II. um pistão; e
III. uma massa invariável de gás, aprisionado pelo pistão no cilindro.

Admita positiva toda energia fornecida a S e negativa a que é fornecida por S. Considere Q e T, respectivamente, calor e trabalho trocados por S. Nessas condições é correto que, para S, qualquer que seja a transformação
a) isométrica, Q e T são nulos.
b) a soma T+ Q é igual a zero.
c) adiabática Q = 0 e T pode ser nulo.
d) isobárica, T+ Q = 0.
e) isotérmica, Q = 0 e T pode ser nulo.



resposta:
[C]

origem:Fgv-1995
tópico:
Ondulatoria

sub-grupo:Interferência

pergunta:O extremo X de um fio é fixado numa fonte de pulsos transversais, e o outro extremo, Y, é fixado a outra fonte. Simultaneamente, X e Y são postos a oscilar, o primeiro com freqüência "f" e amplitude "a" e o segundo com freqüência 2 f e amplitude a/2. Assim, chamando de Ö e de os comprimentos de ondas das ondas que se propagam dos extremos X e Y respectivamente, é correto que
a) Ö = 2 e não pode ocorrer onda estacionária.
b) Ö = 1/2 e não pode ocorrer onda estacionária.
c) Ö = 2 e pode ocorrer onda estacionária.
d) Ö = 1/2 e pode ocorrer onda estacionária.
e) Ö = e pode ocorrer onda estacionária.



resposta:
[A]

origem:Fgv-1995
tópico:
Optica

sub-grupo:

pergunta:Um olho hipermétrope tem o ponto próximo a
50 cm. Esse olho deveria utilizar lente de contato de x dioptrias para observar objetos a 25 cm. Então, x vale
a) - 2,0
b) - 1,0
c) 1,0
d) 1,5
e) 2,0



resposta:
[E]

origem:Fgv-1995
tópico:
Eletricidade

sub-grupo:

pergunta:Três fios metálicos resistivos R, R‚ e Rƒ cujas características são fornecidas pelo quadro a seguir, são submetidos a uma mesma tensão elétrica U · 0, e dissipam, respectivamente, as potências P, P‚ e Pƒ.


imagem não disponivel


Entre as potências valem as relações
a) P = P‚ = Pƒ
b) P = 1/2 P‚ = Pƒ
c) P = 2 P‚ = 1/2 Pƒ
d) P = 1/2 P‚ = 4 Pƒ
e) P = P‚ = 2 Pƒ


resposta:
[D]

origem:Fgv-1995
tópico:
Magnetismo

sub-grupo:

pergunta:Dois longos condutores elétricos paralelos a uma agulha magnética, estão no mesmo plano horizontal da agulha, que equidista dos condutores. A agulha é livre para girar em torno de seu centro de massa e tem seu extremo norte apontado para o norte geográfico da Terra e se encontra no equador terrestre.

imagem não disponivel

Quando nos condutores se manifesta corrente do Sul para o Norte geográfico e de mesma intensidade, o pólo norte da agulha, tende a
a) deslocar-se para baixo.
b) permanecer em repouso.
c) deslocar-se para cima.
d) deslocar-se para leste.
e) deslocar-se para oeste.


resposta:
[B]

 


Próxima Página »

Página 1 de 7