Banco de dados de questões do vestibular Fgv
questões de vestibulares
|
 

Questões Fgv

REF. Pergunta/Resposta
origem:Fgv-1996
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Extrativismo Vegetal

pergunta:Responda à questão com base na tabela a seguir.
(imagem abaixo)

Em 1994, quase 50% da produção de borracha, no Brasil, foram garantidos pelo Estado de São Paulo. Esse fato, aparentemente estranho, pode ser melhor entendido se lembrarmos que:
a) os Estados da Região Norte foram, tradicionalmente, os grandes produtores de látex do Brasil, mas São Paulo apresenta condições ecológicas idênticas às da Amazônia.
b) a seringueira, principal produtora de látex, é nativa da Floresta Amazônica, porém, o progresso tecnológico desenvolveu formas para seu cultivo em todas as partes do mundo.
c) a tecnologia de produção do látex desenvolveu-se muito, a ponto de a seringueira poder ser cultivada em quaisquer tipo de solo e clima sem grandes investimentos.
d) a proximidade dos grandes centros consumidores pode ajudar a explicar os investimentos aplicados no cultivo da seringueira em São Paulo e seu volume de produção no País.
e) todos os Estados da Região Norte produzem mais borracha extraída dos seringais cultivados do que dos seringais nativos.


resposta:
[D]

origem:Fgv-1996
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Blocos Econômicos

pergunta:Através do processo de transnacionalização da economia, o Brasil recebe investimentos de outros países, para o desenvolvimento de projetos. O Projeto Cerrados é de concepção japonesa, implementado sob a responsabilidade e risco do governo brasileiro, e tem por objetivo produzir cereais para o mercado mundial. Quando colocado em prática, mudanças significativas ocorrerão nas áreas de implantação, tanto social quanto espacialmente.
Dentre elas destacamos:
a) a extinção dos latifúndios, que terão suas terras divididas para o melhor aproveitamento do solo e conseqüente aumento da produtividade agrícola.
b) o aproveitamento total da mão-de-obra local, que terá emprego, durante todo o ano, na produção de cereais, proporcionando uma melhora significativa no nível de vida da população.
c) o aproveitamento racional dos recursos naturais da região Centro-Oeste, que são hoje explorados sem nenhum controle do governo, o que causará prejuízos incalculáveis para o meio ambiente.
d) o desenvolvimento da região Centro-Oeste, com grande produção agrícola, oferecendo produtos a preços mais acessíveis às camadas mais pobres da população.
e) a modernização da produção, alicerçada por grandes empresas agrícolas, o que provocará, nessas áreas, a expulsão de significativos contingentes de população rural.



resposta:
[E]

origem:Fgv-1996
tópico:
Regioes-Brasileiras

sub-grupo:Brasil - Região Norte

pergunta:"Somente no sul do Pará, uma das regiões dos mais graves conflitos de terras no Brasil, foram constatados mais de cinco mil litígios... É grande a violência que marca esses conflitos. No período de 1971 a 1976, um em cada dois conflitos teve vítimas (mortos e feridos), sendo que mais de 50% correspondem a casos de mortes".
(MARTINS, José de Souza. OS CAMPONESES E A POLÍTICA NO BRASIL, 1981)

Comparando-se a violência no campo, entre as décadas de 70 e 90, verificamos que
a) foi bastante reduzida e os conflitos ainda existentes na Amazônia não têm, nem de longe, a dimensão daqueles dos anos 70.
b) foi superada, pois a reforma agrária está sendo realizada, sobretudo, após a saída dos militares do poder central.
c) foi superada, pois, com o êxodo rural acelerado, foram reduzidas as pressões sobre a posse pela terra no campo e aumentou a violência nas áreas urbanas.
d) está longe de ser superada, pois os assentamentos "oficiais" dos sem-terra não atendem as suas reivindicações, continuando os conflitos em várias partes do País.
e) está próxima de ser superada, porque a política agrária do governo atual vem diminuindo a influência das empresas agrícolas sobre a terra.



resposta:
[D]

origem:Fgv-1996
tópico:
Territorio-Brasileiro

sub-grupo:Clima Brasil

pergunta:Responda à questão com o apoio das classificações climáticas apresentadas a seguir.
(imagem abaixo)

Apesar de saber que toda classificação é uma simplificação grosseira da realidade, do ponto de vista didático ela possui um papel importante, já que permite um entendimento sistemático do fenômeno classificado. No presente caso, comparando-se as duas classificações, podemos afirmar que a de
a) Koppen é mais antiga do que a de Strahler; no entanto, esta última é mais descritiva e menos dinâmica.
b) Koppen é estático-descritiva, pois se baseia na distribuição das chuvas e temperaturas, enquanto a de Strahler apoia-se na dinâmica das massas de ar e de suas frentes.
c) Koppen baseia-se nas quantidades e distribuição das chuvas e menospreza a distribuição das temperaturas, enquanto a de Strahler considera os dois elementos como importantes.
d) Strahler fundamenta-se na distribuição e quantidade das chuvas e temperaturas e Koppen baseia-se na dinâmica da circulação atmosférica.
e) Strahler e Koppen enfatizam as variações do tempo atmosférico, decorrentes da natureza das massas de ar. No entanto, a classificação de Koppen é mais detalhada.


resposta:
[B]

origem:Fgv-1996
tópico:
Geografia-Humana

sub-grupo:Urbanização Brasileira

pergunta:"A demanda por espaços provocou um supercrescimento das cidades, tanto vertical como horizontalmente. O preço mais alto do solo urbano fez com que empresários imobiliários, para diluí-lo, buscassem cada vez mais a redução da cota-parte dos terrenos, ou seja, fez com que os edifícios subissem em altura arranhando cada vez mais os céus urbanos brasileiros."
(CAMPOS FILHO, Candido Malta. CIDADES BRASILEIRAS SEU CONTROLE OU O CAOS).

Esse processo de produção do espaço nas grandes cidades sugere como resultante natural:
a) o melhor aproveitamento do solo urbano associado a um conviver mais fácil com a violência que assola as cidades.
b) o aproveitamento melhor da infra-estrutura de serviços urbanos existentes, sem necessidade de ampliar o volume oferecido.
c) a necessidade de um melhor zoneamento urbano, impedindo que se produzam a saturação e o congestionamento dos serviços oferecidos à população.
d) a não expansão horizontal da cidade, que obrigaria a criação de novas redes de serviços urbanos.
e) a expansão da verticalização para as áreas periféricas das regiões metropolitanas, melhorando a infra-estrutura de bens e serviços oferecidos e produzindo um maior bem-estar às populações.



resposta:
[C]

origem:Fgv-1996
tópico:
Geografia-Humana

sub-grupo:População Brasileira

pergunta:Responda à questão de acordo com a tabela apresentada a seguir.
(imagem abaixo)

A análise dos dados da tabela permite afirmar que a população
a) urbana superou a população rural que vem decaindo percentual mas não absolutamente, nos últimos 20 anos, devido à conjugação de vários fatores próprios do processo de mundialização da economia.
b) urbana superou a população rural devido ao crescimento vegetativo mais acelerado nas áreas metropolitanas do Sudeste e do Centro-Oeste, em função de melhor atendimento médico.
c) rural diminuiu, de forma absoluta, nos últimos anos porque diminuiu o índice de fecundidade das mulheres do campo, com o aumento do seu nível educacional.
d) rural diminuiu percentualmente porque as populações não permanecem no campo, pois nas cidades facilmente obtém trabalhos menos pesados e melhor remunerados.
e) rural diminuiu percentual e absolutamente devido ao êxodo para as cidades, pois estas são praticamente a única alternativa de sobrevivência para os migrantes, onde podem usufruir de bens e serviços inexistentes no campo.


resposta:
[E]

origem:Fgv-1996
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Agropecuária

pergunta:A agricultura do Brasil e da Costa do Marfim tem em comum o seguinte:
a) estão entre os primeiros produtores de café e cacau do mundo, ambos cultivados, em solos de climas quentes e úmidos.
b) a estrutura cooperativa da produção de frutas tropicais propiciou a ampliação de sua participação no mercado internacional.
c) possuem os maiores arrozais de sequeiro, em solos de clima semi-úmidos e semi-áridos.
d) possuem extensas áreas de plantio da soja, em terras subtropicais, com chuvas de inverno.
e) apresentam baixa produção de milho, tendo necessidade de importar grandes toneladas desse grão dos Estados Unidos e Canadá.



resposta:
[A]

origem:Fgv-1996
tópico:
Geografia-Humana

sub-grupo:População Brasileira

pergunta:Assinale dentre as alternativas, aquela que MELHOR sintetiza o conteúdo da figura a seguir.
(imagem abaixo)

a) O êxodo rural no mundo desenvolvido.
b) O bóia-fria nas áreas de produção canavieira.
c) Migração rural-rural no mundo subdesenvolvido.
d) Migração rural-urbana no mundo subdesenvolvido.
e) Migração urbana-rural no Brasil.


resposta:
[D]

origem:Fgv-1996
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Política Econômico

pergunta:"Enquanto os 20% mais pobres ficam com apenas 2,6% da renda nacional, os 10% mais ricos detêm 48,1 % deste montante."
(Jornal da "Ciência Hoje". 3/11/95)

Esses dados referentes ao Brasil para os anos 90, permitem-nos afirmar que
a) a situação social e econômica da população brasileira é uma das mais graves do mundo, devido ao crescimento acelerado da mortalidade.
b) apesar dos índices apresentados, o nosso País tem uma situação melhor dentre os mais pobres por ser também industrializado.
c) essa situação de má distribuição da renda é apenas aparente porque as múltiplas atividades da economia informal ocupam 30% da população ativa.
d) a distribuição da renda é semelhante a dos tigres asiáticos, que como o Brasil, se industrializaram mais aceleradamente após a Segunda Guerra Mundial.
e) a concentração da renda nas mãos de uma pequena parcela em detrimento da maioria da população é um fato assustador, pois nem mesmo a Índia atinge tais índices.



resposta:
[E]

origem:Fgv-1996
tópico:
Economia-Mundial

sub-grupo:

pergunta:Na atual estrutura econômica mundial pode-se corretamente afirmar que:
a) o Chile pode estar incluído nas Zonas Industriais da América Latina porque não pertence ao MERCOSUL.
b) o Kuwait pode ser incluído na Zona Petrolífera do Oriente Médio porque suas reservas de petróleo são suficientes para o consumo interno e para significativa exportação.
c) o Vietnã do Norte pode ser incluído na Nova Zona Industrial da Ásia porque é um dos Tigres Asiáticos.
d) o Egito pode ser incluído no Oriente Médio porque possui petróleo suficiente para exportar.
e) a Estônia, Letônia e Lituânia podem ser incluídas na Zona de Industrialização Antiga porque produzem alimentos industrializados derivados do leite e da carne.



resposta:
[B]

origem:Fgv-1996
tópico:
Economia-Mundial

sub-grupo:Indústrias

pergunta:Parte bastante significativa das indústrias italianas está concentrada nas zonas assinaladas pelos números:
(imagem abaixo)

a) 1 e 2, áreas do Sul da Itália, respectivamente, correspondendo à Sicília e à Calábria.
b) 5 e 3, no Norte e Centro da Itália, áreas drenadas, respectivamente, pelos rios Tibre e Pó.
c) 2 e 3, Centro-Sul da Itália, nos arredores das cidades de Roma e Veneza, respectivamente.
d) 4 e 5, áreas do Norte da ltália, drenadas pelos rios Pó e Ádige.
e) 4 e 2, áreas espacialmente opostas mas identificadas pelas polarizações urbanas de Milão-Gênova e Salerno, respectivamente.


resposta:
[D]

origem:Fgv-1996
tópico:
Territorios-Internacionais

sub-grupo:Clima Intenacional

pergunta:De acordo com o mapa da ltália, a distância em linha reta entre os pontos A e B é de
(imagem abaixo)

a) 72 km
b) 200 km
c) 720 km
d) 2 000 km
e) 7 200 km


resposta:
[C]

 


Próxima Página »

Página 1 de 28