Banco de dados de questões do vestibular Ufba
questões de vestibulares
|
 

Questões Ufba

REF. Pergunta/Resposta
origem:Ufba-1996
tópico:
Questoes-ambientais-geral

sub-grupo:Biodiversidade

pergunta:Considerada um enorme sistema, a Terra encontra-se dividida em três subsistemas integrados (o atmosférico, o litosférico e o hidrosférico), que interagem para construir uma zona onde ocorre vida.
(CASSETI, p. 29 - adaptação)
(imagem abaixo)

Com base nas informações anteriores e nos conhecimentos sobre a organização natural do espaço terrestre, pode-se afirmar:
(01) A circulação atmosférica é responsável pelos fenômenos climáticos atuais, dentre os quais, a chuva ácida, o efeito estufa e a inversão térmica.
(02) A crosta da Terra é uma camada muito espessa e contínua de rochas, onde se encontram os continentes, as ilhas e o fundo do mar.
(04) O oceano desempenha o papel de regulador térmico da atmosfera e exerce uma grande influência na variabilidade dos climas da Terra.
(08) Na zona de interação dos subsistemas litosférico, hidrosférico e atmosférico, encontram-se todos os ecossistemas da Terra, condicionados pelas fontes energéticas internas e externas.
(16) O processo de irradiação que se manifesta no subsistema atmosférico é responsável pelo aquecimento do ar, das camadas superiores para as inferiores.
(32) Apesar de todo o conhecimento científico e do avanço tecnológico adquiridos sobre os subsistemas terrestres, ainda não foi possível ao homem controlar os efeitos da natureza sobre o espaço geográfico.

Soma ( )


resposta:
02 + 04 + 08 + 32 = 46

origem:Ufba-1996
tópico:
Territorios-Internacionais

sub-grupo:Vegetação Internacional

pergunta:Considerando-se os perfis representados a seguir e os conhecimentos sobre as formações vegetais e os climas da Terra, é possível afirmar:
(imagem abaixo)

(01) Em I, a paisagem vegetal é conseqüência dos elevados índices térmicos anuais, das pequenas amplitudes térmicas diárias e dos baixos índices pluviométricas dos ambientes semi-áridos.
(02) Em II, o predomínio das formações vegetais herbáceas sobre as formações arbóreas e arbustivas caracteriza um ecossistema de pradaria.
(04) Em III, as árvores e arbustos muito espaçados e dispostos sobre uma espessa e contínua formação de gramíneas indicam o ambiente quente e úmido de mata de igapó.
(08) Em IV, a fisionomia da vegetação, composta por árvores de folhas largas e chatas e por vários extratos arbóreo-arbustivos, está associada ao clima quente e úmido equatorial
(16) Os perfis I e II representam variedades de ambientes das latitudes extratropicais, enquanto os perfis III e IV aplicam-se aos ambientes intertropicais.

Soma ( )


resposta:
02 + 08 = 10

origem:Ufba-1996
tópico:
Territorios-Internacionais

sub-grupo:

pergunta:Com base nos conhecimentos sobre clima e ação antrópica, é correto afirmar:
(01) O "EI Niño" é um fenômeno periódico, resultante do aquecimento anormal das águas do Pacífico Ocidental, que provoca, no Brasil, chuvas excepcionais no Nordeste e seca acentuada no Sul e Sudeste.
(02) A desertificação ocorre, quando a escassez e a irregularidade das chuvas se aliam às pressões antrópicas sobre o solo, reduzindo a capacidade de sustentação do ecossistema.
(04) A desertificação, não sendo combatida, concorre para o aumento da exposição solar e da perda da biodiversidade, além de diminuir a capacidade de absorção do CO‚.
(08) O Sahel é a região da África mais ameaçada de desertificação, tornando dramática a vida de suas populações pelas pragas, perdas de safra, fome e doenças.
(16) Para minimizar os efeitos da degradação ambiental, os países subdesenvolvidos vêm aplicando, em grande escala, técnicas avançadas de recuperação de ambientes, empregadas nos países desenvolvidos.
(32) A pecuária extensiva, a exploração irracional do solo e o processo de salinização resultante do uso da água nos projetos de irrigação são fatores que contribuem para a ocorrência do processo de desertificação em algumas áreas do Nordeste brasileiro.
(64) Em Salvador, as chuvas concentradas na época da primavera austral são determinadas pelo anticiclone subtropical e causam catástrofes ecológicas de grandes proporções, em conseqüência do uso inadequado do solo.

Soma ( )



resposta:
02 + 04 + 08 + 32 = 46

origem:Ufba-1996
tópico:
Geografia-Humana

sub-grupo:População Brasileira

pergunta:Em relação à estrutura, à dinâmica e aos problemas socioeconômicas e políticos da população mundial e do Brasil, pode-se dizer:
(01) A população mundial está crescendo mais que a produção de alimentos, devendo-se, portanto, controlar o crescimento da população, para acabar com a fome.
(02) A expectativa média de vida é um dos principais indicadores socioeconômicos que refletem o nível de pobreza dos países do mundo.
(04) Nos países subdesenvolvidos, a incidência de pobreza é maior entre as populações urbanas do que entre as populações rurais.
(08) Nos dias atuais, observa-se um aumento do ritmo do crescimento vegetativo, na maioria dos países subdesenvolvidos.
(16) No Brasil, o êxodo rural determina um aumento, nas cidades, do contingente populacional de baixa renda, provocando uma acelerada demanda pelos produtos da economia urbana.
(32) No Nordeste brasileiro, a pobreza é conseqüência do modelo político-econômico atual e da estrutura da propriedade da terra.

Soma ( )



resposta:
02 + 04 + 08 + 16 + 32 = 62

origem:Ufba-1996
tópico:
Geografia-Humana

sub-grupo:Urbanização

pergunta:Em 2025, 60 por cento da população mundial estarão nas cidades. É indispensável questionar radicalmente nossa maneira de pensar a urbanização, senão será impossível projetar, mesmo de modo aproximativo, o seu futuro desenvolvimento.
(MARTINOTTI, p. 195)
O texto anterior, associado aos conhecimentos sobre urbanização, permite afirmar:
(01) A cidade constitui uma das maiores alterações da paisagem, produzida pela ação do homem através da interação dos sistemas naturais, socioeconômicas e culturais.
(02) A favelização existente em cidades dos países subdesenvolvidos resulta de problemas socioeconômicos e políticos, relacionados com a distribuição da renda e da terra.
(04) Os contrastes de crescimento das metrópoles, em países desenvolvidos e subdesenvolvidos, resultam do grande índice de mortalidade existente nos primeiros.
(08) O crescimento desigual das cidades do Terceiro Mundo reforça as disparidades inter-regionais, criando desequilíbrios econômicos e sociais.
(16) O processo acelerado de urbanização e o avanço científico-tecnológico têm contribuído para reduzir os problemas ambientais.
(32) O modelo concentrador da urbanização brasileira gerou grandes cidades e metrópoles, com reflexos na modernização econômica do país.

Soma ( )



resposta:
01 + 02 + 08 + 32 = 43

origem:Ufba-1996
tópico:
Economia-Mundial

sub-grupo:Politica Econômica

pergunta:O conhecimento da economia mundial e de suas tendências atuais permite concluir:
(01) Com o fim do conflito Leste-Oeste, a economia mundial passou a ser multipolar, definindo-se muitos centros de influência e enfatizando-se a globalização da economia.
(02) A nova face do capitalismo mundial, que busca eficiência e competição excessiva entre empresas e entre cidadãos, tem gerado um aumento considerável da oferta de emprego e, conseqüentemente, a diminuição da pobreza.
(04) No mundo capitalista, o deslocamento geográfico de unidades produtivas para regiões periféricas tem, entre outras, a vantagem de reduzir os custos de mão-de-obra, matérias-primas e energia.
(08) Liderado pelos Estados Unidos, o NAFTA, bloco geoeconômico de influência sub-regional, caracteriza-se pelas semelhanças de ordem econômica, política e demográfica entre os países membros.
(16) As empresas multinacionais ou, modernamente, transnacionais são conglomerados econômicos com um centro empresarial de decisões localizado num único país.
(32) A Zona Econômica do Pacífico, liderada pelo Japão, apesar das diferenças políticas e culturais entre seus membros, constitui a área de maior dinamismo econômico do planeta, nos dias atuais.
(64) A participação do Chile no MERCOSUL, pela grande aproximação econômica com os países do Prata, certamente trará reflexos positivos para a economia brasileira, sobretudo a do Nordeste.

Soma ( )



resposta:
01 + 04 = 05

origem:Ufba-1996
tópico:
Economia-Mundial

sub-grupo:Politica Econômica

pergunta:O MOTOR DO SÉCULO E DO CAPITALISMO

I - O petróleo é o segundo maior negócio do mundo. O primeiro é a indústria automobilística.
II - Mais da metade da energia consumida no mundo vem do petróleo.
III - Os americanos usam um de cada quatro barris produzidos.
IV - Mantido o atual volume de reservas, produção e consumo, o mundo teria petróleo para mais 43 anos.
V - Há mais de 2.000 produtos feitos à base de petróleo, como plástico, isopor e acrílico. A cada cinco anos, cinco novos produtos são desenvolvidos.
(PETRY, p. 34 - adaptação).

A análise do texto anterior e os conhecimentos sobre problemas econômicos atuais permitem concluir:
(01) As afirmativas I e II podem ser comprovadas historicamente, nos acontecimentos dos anos 70 deste século, quando a crise do petróleo influiu negativamente no equilíbrio das relações internacionais, na produção dos países industrializados e no desenvolvimento das economias emergentes.
(02) Considerando-se a afirmativa II, é possível dela excluir o caso brasileiro, visto que a utilização do álcool combustível permite maior autonomia ao país, frente às flutuações e crises da energia petrolífera.
(04) A afirmativa III explica o empenho norte-americano em atrair as forças ocidentais para participarem da Guerra do Golfo, considerando-se a concentração das reservas petrolíferas nessa área.
(08) As afirmativas IV e V indicam a existência de uma verdadeira "civilização do petróleo", dependente dos seus derivados e despreparada para substituí-lo a curto prazo e para preservar o meio ambiente.
(16) Todas as afirmativas sugerem a existência de uma política de cooperação mundial, visando ao uso equilibrado do petróleo pelas nações desenvolvidas e pelas nações em desenvolvimento.

Soma ( )



resposta:
01 + 04 + 08 = 13

origem:Ufba-1996
tópico:
Questoes-ambientais-geral

sub-grupo:Preservação de Recursos Hidrícos

pergunta:Nos próximos quarenta anos, 90% do crescimento populacional vai se concentrar nas cidades. Como a agricultura consome dois terços de toda a água retirada da superfície e do subsolo, uma parte dos recursos da irrigação deverá ser desviada. É provável que a água, então, alcance um valor de mercado comparável ao do carvão, do petróleo ou da madeira - e que o desperdício venha a ser punido pela legislação.
(ARNT, p. 50)

Com base no texto e na ilustração a seguir, pode-se afirmar:
(imagem abaixo)

(01) Em várias regiões do globo, o uso indiscriminado do solo, nas diversas atividades humanas, tem contribuído para o rebaixamento do lençol freático, com perspectivas de esgotamento da água, já que ela é um recurso natural não renovável.
(02) Os 97,2% das águas oceânicas do planeta são responsáveis pela manutenção do oxigênio e, conseqüentemente, da vida na Terra.
(04) A água potável mais pura da natureza encontra-se nas calotas polares e nos glaciares, que armazenam 2,15% da água do planeta, mas essa água é de difícil acesso, para consumo humano.
(08) A quantidade de água contida na atmosfera, apesar de ser muito reduzida em relação ao volume total existente na Terra, é responsável por toda a água doce nela disponível.
(16) A água de saturação corresponde a uma parte da água subsuperficial que preenche a porosidade de rochas e solos.
(32) O homem tem enfrentado eficazmente a situação descrita no texto, através de alternativas de baixo custo, para suprimento da sua necessidade de água, a exemplo das usinas de dessalinização, barragens e poços.

Soma ( )


resposta:
01 + 02 + 04 + 16 = 23

origem:Ufba-1996
tópico:
Territorio-Brasileiro

sub-grupo:Relevo Brasil

pergunta:As formas de relevo resultam da atuação dos processos morfogenéticos sobre as estruturas rochosas e dos movimentos tectônicos, ocorridos ao longo do tempo geológico.
Com base nas informações apresentadas
anteriormente, no mapa a seguir e, ainda, nos conhecimentos sobre os domínios morfoclimáticos brasileiros, pode-se concluir:
(imagem abaixo)

(01) Em I, apenas 1% do território é constituído por planaltos e baixos platôs sedimentares do Quaternário, enquanto o restante da área é ocupado por planícies fluviais e fluviomarinhas do Terciário.
(02) Em II, a escassez e a irregularidade das chuvas anuais não impedem a existência de grandes reservas hídricas nas rochas sedimentares do seu subsolo.
(04) Em III, a influência do clima quente e úmido sobre as rochas cristalinas produz áreas extensas de morros e colinas em forma de "meia-laranja", que constituem o domínio dos "mares de morros florestados".
(08) Em IV, nos planaltos tabulares basálticos datados do Pré-Cambriano, recobertos pelas florestas úmidas tropicais, encontram-se as principais jazidas brasileiras de carvão mineral.
(16) Em V, encontra-se o domínio dos planaltos recobertos pelas matas subtropicais de araucária, pelos campos de altitude e por formações vegetais arbóreo-arbustivas.
(32) Em VI, as planícies e as chapadas sedimentares dissecadas em morros, colinas e cristas constituem o domínio das florestas subtropicais aciculifoliadas.
(64) As serras situadas no extremo norte do Brasil, com mais de 2000m de altitude, constituem blocos dobrados e formaram-se no período Terciário, quando ocorreram grandes movimentos orogenéticos no planeta.

Soma ( )


resposta:
02 + 04 = 06

origem:Ufba-1996
tópico:
Questoes-ambientais-geral

sub-grupo:Biodiversidade

pergunta:Sabemos que o mundo atravessa uma crise financeira internacional que aumenta a miséria e a pobreza no Terceiro Mundo; e sacrificamos ainda mais nosso meio ambiente, embora saibamos que a situação pode ser mudada, se empregarmos corretamente as novas tecnologias e conhecimentos. Mas, para isso, temos de encontrar uma nova ética, que inclua, antes de tudo, a relação entre o homem e a natureza.
(NOSSO FUTURO COMUM, p. 77)

O texto anterior e as questões atuais sobre recursos, ambiente e desenvolvimento permitem
afirmar:
(01) A problemática ambiental é inseparável da problemática social, concebendo-se o meio ambiente como um sistema integrado, que engloba elementos físicos, biológicos e sociais.
(02) O desmatamento das florestas tropicais é considerado a causa mais importante dos prejuízos à biodiversidade dos ecossistemas terrestres.
(04) As pressões da pobreza e do aumento populacional favorecem a adoção de políticas de desenvolvimento ecologicamente viáveis, nos países do Terceiro Mundo.
(08) A distribuição geográfica das grandes catástrofes ecológicas mostra sua correlação com o binômio superpopulação-subdesenvolvimento e com a ocupação de áreas de risco por populações cada vez mais numerosas.
(16) No Brasil, a política adotada na gestão dos recursos hídricos garante a proteção das grandes reservas fluviais existentes, impedindo o desperdício e a deposição de lixo nos "corpos de água" (rios, lagos, etc.).
(32) O uso inadequado do solo e os modelos de desenvolvimento regionais, que visam à obtenção de resultados imediatos, contribuem para acelerar os processos de erosão.
(64) Para compensar os problemas ecológicos produzidos pela derrubada e queimada da cobertura vegetal nas áreas tropicais afetadas pela seca, vêm-se introduzindo espécies homogêneas de porte herbáceo.

Soma ( )



resposta:
01 + 02 + 04 + 08 + 32 = 47

origem:Ufba-1996
tópico:
Geografia-Humana

sub-grupo:Populações

pergunta:Com base nos conhecimentos sobre a estrutura e a dinâmica da população e sobre os problemas demográficos, pode-se afirmar:
(01) A expectativa de vida e a média de vida traduzem o número de anos que um recém-nascido pode esperar viver, com base nos recursos disponíveis no seu país.
(02) Os países ricos detêm menos de um quinto da população mundial, no entanto consomem 20% dos recursos naturais produzidos na Terra, enquanto os 80% restantes são consumidos pelos países pobres.
(04) As projeções demográficas indicam que, durante a primeira metade do próximo século, o maior crescimento da força de trabalho, no mundo, irá ocorrer nas atuais nações em desenvolvimento.
(08) O aumento crescente da presença da mulher no mercado formal de trabalho, a difusão dos métodos anticoncepcionais e o mais fácil acesso a esses métodos têm provocado a queda da fecundidade, em alguns países do mundo subdesenvolvido.
(16) Os problemas econômicos e sociais existentes nos países subdesenvolvidos decorrem de decisões políticas, e não, do excesso de população que possuem.
(32) Os países subdesenvolvidos que possuem as menores taxas de natalidade e de mortalidade são os que apresentam maior proporção de população economicamente ativa (PEA).
(64) No mundo subdesenvolvido, os maiores bolsões de pobreza encontram-se na Ásia Meridional, na Ásia Oriental e na África Subsaariana, onde a maior parte da população vive abaixo da "linha de pobreza".

Soma ( )



resposta:
01 + 02 + 04 + 08 = 15

origem:Ufba-1996
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Agropecuária

pergunta:Sobre a questão agrária e a agricultura brasileira, é possível afirmar:
(01) O espaço rural e o urbano estão interligados de tal modo, que os problemas das cidades não poderão ser solucionados isoladamente dos problemas do campo.
(02) O sistema agrícola de "plantation", introduzido pelo colonizador europeu nos países tropicais, trouxe, entre outros benefícios, a diversidade de cultivos e a melhoria do padrão de qualidade dos solos.
(04) O processo de modernização da agricultura brasileira compreende a incorporação de novas áreas, a mobilidade de pequenos e médios produtores, bem como a introdução de novas tecnologias.
(08) A penetração do capitalismo no campo gerou a expansão do trabalho assalariado, aumentou a produção de alimentos para o mercado interno e reduziu a exportação de produtos comerciais.
(16) Os fluxos migratórios de trabalhadores rurais, entre as regiões Nordeste-Sudeste e Sudeste-Norte, têm como causa principal, respectivamente, a estrutura fundiária arcaica e a modernização da agricultura.
(32) As regiões Norte e Centro-Oeste vêm se constituindo, com o apoio governamental, em importantes áreas de expansão da fronteira agrícola brasileira.
(64) Os focos de conflitos e a violência no campo estão relacionados ao desmembramento das propriedades rurais por herança e à disputa pelos lotes dos assentamentos já implantados pelo governo.

Soma ( )



resposta:
01 + 04 + 16 + 32 = 53

 


Próxima Página »

Página 1 de 4