Banco de dados de questões do vestibular Ufg
questões de vestibulares
|
 

Questões Ufg

REF. Pergunta/Resposta
origem:Ufg-2000
tópico:
Territorios-Internacionais

sub-grupo:Clima Intenacional

pergunta:A charge a seguir, publicada na Folha de S. Paulo, em 12 de maio de 99, ironiza os erros cometidos pela OTAN durante os bombardeios à Iugoslávia, justificados com a alegação de que o organismo não dispunha de mapas atualizados sobre a área.
(imagem abaixo)

"Navegador para piloto! Lançar bombas!" diz o agente da CIA num biplano da Primeira Guerra e usando um mapa do Império Otomano. Ele orienta ataque da Otan à Iugoslávia, em charge do "The Washington Post"

De acordo com a ilustração e com o que sabe sobre esse assunto,

( ) o conhecimento do espaço geográfico, expresso por meio dos mapas e cartas, representa uma forma de poder, a serviço de quem o detém .
( ) o espaço geográfico está em permanente transformação, o que inviabiliza sua representação mediante mapas e cartas.
( ) a Iugoslávia imprimiu mapas com erros propositais, o que levou aos enganos nos alvos dos bombardeios.
( ) os mapas são representações da realidade e, como tal, não trazem todos os aspectos existentes no mundo real, mas apenas aqueles julgados relevantes por quem os elabora.


resposta:
V F F V

origem:Ufg-2000
tópico:
Territorio-Brasileiro

sub-grupo:Hidrografia Brasil

pergunta:A rede hidrográfica brasileira - muito rica em rios, mas pobre em grandes lagos - reflete as condições de umidade, estrutura geológica e relevo do território nacional. E sabe-se que

( ) o regime de alimentação dos rios brasileiros é basicamente pluvial, isto é, dependente das chuvas.
( ) os rios brasileiros são predominantemente de planície, com amplo potencial para a sua utilização como hidrovias para o transporte de cargas.
( ) o padrão da drenagem brasileira é exorréico (desaguando no mar) e a grande maioria dos rios é perene (há fluxo de água durante todo o ano).
( ) há uma estreita relação entre a presença das usinas hidrelétricas e as bacias hidrográficas que drenam áreas planálticas, embora esse não seja o único critério para sua localização.



resposta:
V F V V

origem:Ufg-2000
tópico:
Questoes-ambientais-geral

sub-grupo:Questões Ambientais - Atmosfera

pergunta:O texto a seguir é uma transcrição de um trecho da carta do chefe Seatle (citado por RUA, João et alli, no livro "Para ensinar Geografia", 1993) que, em 1855, respondeu à proposta dos Estados Unidos de comprar as terras dos índios.

"O ar é precioso para o homem vermelho, pois dele todos se alimentam. Os animais, as árvores, o homem, todos respiram o mesmo ar. O homem branco parece não se importar com o ar que respira. Como um cadáver em decomposição ele é insensível ao mau cheiro. Mas se vos vendermos nossa terra, deveis vos lembrar que o ar é precioso para nós, que o ar insufla seu espírito em todas as coisas que dele vivem. O ar que nossos avós inspiraram ao primeiro vagido foi o mesmo que lhes recebeu o último suspiro".

Relativamente ao ar, esse elemento vital para a humanidade, sabe-se que

( ) as sociedades indígenas tradicionais possuíam um modo de vida que praticamente não infligia alterações à qualidade do ar.
( ) as atividades rurais têm sua parcela de culpa no acréscimo dos índices de poluição atmosférica, especialmente pela realização das queimadas de pastos e áreas florestadas.
( ) a deterioração do ar nas grandes metrópoles é fruto, principalmente, das atividades industriais e dos veículos automotivos, que emitem um exorbitante volume de poluentes na atmosfera.
( ) a qualidade do ar vem mantendo-se estável ao longo deste século, depois de cessando o surto de crescimento da atividade industrial, ocorrido nos séculos XVIII e XIX.



resposta:
V V V F

origem:Ufg-2000
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Agropecuária

pergunta:A reordenação territorial do campo brasileiro e as novas fronteiras agrícolas têm constituído uma das ações do Estado, mediante políticas públicas de desenvolvimento regional. Dentre as políticas públicas que articulam desenvolvimento agrícola e regional, cabe ressaltar a criação de pólos de desenvolvimento.
Assim,

( ) o Polocentro voltou-se para a expansão da cultura de grãos, principalmente soja e arroz, no cerrado do Brasil Central.
( ) o Proceder foi um acordo assinado, em 1980, entre o Brasil e a Alemanha, que viabilizou a expansão da soja nos territórios do Acre, Amapá e Roraima.
( ) o Polamazônia propiciou o estabelecimento de pólos de desenvolvimento agromineral e agropecuário, na região amazônica, que tiveram como principais conseqüências o atual desmatamento e a violência na região.
( ) o Polonordeste caracteriza-se pelos investimentos em projetos de irrigação na Zona da Mata e na região semi-árida.



resposta:
V F V V

origem:Ufg-2000
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Agropecuária

pergunta:Se pudéssemos observar um mapa do espaço brasileiro na virada do século XVIII para o XIX, no momento da crise da mineração e do renascimento agrícola, veríamos nosso território organizado em grandes manchas de ocupação econômico-demográficas. Esse modo de organização do espaço agrário brasileiro teve raízes na Lei de Sesmarias. Contudo, as novas organizações desse espaço foram determinadas, em grande parte, pela Lei de Terras e pelo Estatuto da Terra.
A propósito disso, julgue os itens a seguir.

( ) A Lei de Sesmarias outorgava o direito de agregar ao domínio das grandes propriedades todas as demais terras do espaço colonial; dessa maneira, demarcava o arranjo do espaço colonial-escravista.
( ) Segundo a Lei de Sesmarias, o acesso à terra deveria ser proporcional ao número de escravos de propriedade de cada senhor, regulando assim, juridicamente, a repartição da propriedade fundiária.
( ) A lei de Terras, de 1850, visava a democratizar o acesso ao mercado de terras, para camponeses, posseiros e escravos libertos.
( ) O Estatuto da Terra, promulgado na década de 60 deste século, estabeleceu a empresa rural como referência de rearranjo do espaço agrário brasileiro.



resposta:
V V F V

origem:Ufg-2000
tópico:
Territorios-Internacionais

sub-grupo:

pergunta:A atmosfera não é estável. Movimenta-se constantemente, devido à desigualdade na distribuição, pela superfície terrestre, da radiação solar, da umidade e de outros fatores. Isso pode ser observado nos movimentos das massas de ar.

DISTRIBUIÇÃO DAS MASSAS DE AR NA AMÉRICA DO SUL E NO BRASIL SEGUNDO SUAS FONTES E DIRECIONAMENTO

(imagem abaixo)

Fonte: IBGE. Geografia do Brasil, Grande Região Sul, v. 4 tomo 1.

A dinâmica das massas de ar atuantes no continente sul-americano está representada no mapa a seguir (retirado do livro "Geografia do Brasil" de Marcos de Amorim Coelho, 1996). Relativamente a esse assunto, sabe-se que

( ) no território brasileiro predomina a ação de massas de ar quentes, continentais e oceânicas.
( ) a massa polar atlântica atua com regularidade na porção meridional do Brasil, sendo responsável pela formação de geadas e queda de neve durante o inverno.
( ) a massa equatorial continental exerce grande influência no médio e baixo Amazonas e no litoral, ao passo que a equatorial atlântica afeta, sobretudo, a Amazônia ocidental.
( ) a massa tropical continental determina longas estiagens na depressão do Paraguai (Pantanal mato-grossense).


resposta:
V V F V

origem:Ufg-2000
tópico:
Geografia-Humana

sub-grupo:Urbanização

pergunta:"As cidades estão passando por um período de transição especialmente difícil. Têm cada vez mais gente e menos emprego, menos saúde, menos qualidade de vida. Elas eram centros que viviam da indústria. Surgiram com essa função no final do século XVIII. Agora, o fenômeno acabou. As indústrias querem distância das cidades (...)
Estão abandonando os grandes centros urbanos e deixando muita gente sem trabalho".

A citação acima (extraída da Revista "Veja", 28 de julho de 1999) refere-se à geografia das grandes cidades. Analisando-a, depreende-se que

( ) nas grandes cidades do século XX, o setor econômico que mais cresce é o terciário moderno (produção de programas para computadores, meio de comunicação e serviços em geral), conforme o sugere a frase onde se lê que as cidades "eram centros que viviam da indústria".
( ) o conteúdo social das cidades, constituído por segmentos sociais cujas condições de vida são diversas entre si, é ocultado pela generalização feita na referência a "menos qualidade de vida" nas cidades, atualmente.
( ) há uma idéia equivocada na afirmação de que as indústrias estão "abandonados os grandes centro urbanos e deixando muita gente sem trabalho", pois a causa imediata do desemprego urbano não é a "fuga" das indústrias das grandes cidades, mas a atuação do capital transnacional: no campo, privilégio à produção para a exportação, e, na cidade, automação da indústria e dos serviços.
( ) em "as indústrias querem distância das cidades" tem-se uma alusão à desconcentração geográfica das indústrias, fenômeno devido aos altos preços dos terrenos urbanos e à organização sindical dos trabalhadores, entre outros.



resposta:
V V V V

origem:Ufg-2000
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Política Econômico

pergunta:A idéia de que o país se transformou em um balão de negócios exige a percepção das formas de articulação do capital internacional no Brasil. Caracterize o modo de inserção do capital internacional nos seguintes períodos:

a) 1808 - 1914;
b) 1945 - 1980.



resposta:


origem:Ufg-2000
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Política Econômico

pergunta:Explique o posicionamento do governo do Rio Grande do Sul, no caso Ford, em contraposição à política do governo Federal.



resposta:


origem:Ufg-2000
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Política Econômico

pergunta:Comente a polêmica travada sobre a instalação da Ford na Bahia, destacando as divisões e tensões regionais presentes na sociedade brasileira, na segunda metade do século XX.



resposta:


origem:Ufg-2000
tópico:
Economia-Brasil

sub-grupo:Política Econômico

pergunta:No final do milênio, é perceptível o amadurecimento e a complexidade da sociedade industrial, que está longe da utopia de uma sociedade igualitária, presente no pensamento político do século XIX, A atual estrutura de emprego sinaliza a abertura de novas formas de trabalho, que expressam uma nova fase do desenvolvimento industrial. Neste sentido, analise a estrutura do mercado de trabalho e suas contradições sociais, nas seguintes conjunturas:

a) 1920 - 1960.
b) 1980 - 1999.



resposta:


origem:Ufg-2000
tópico:
Geografia-Humana

sub-grupo:População Brasileira

pergunta:O fenômeno migratório entre as nações mudou seus padrões, de forma significativa, nas duas últimas décadas deste século. Mas não perdeu sua característica fundamental de ser um fenômeno histórico e geográfico. Até o final da década de 80, deste século, o Brasil era considerado "um país de imigrantes". Chegaram ao Brasil cerca de 5 milhões, dos quais uns 3 milhões se fixaram definitivamente aqui, enquanto os 2 milhões restantes acabaram deixando o país.
Interpretando o gráfico abaixo, explique a relação entre
(imagem abaixo)

* Dados do IBGE
AZEVEDO, Aroldo de. "Brasil - a terra e o homem". Nacional/Edusp. Vol. II, 1970, tabela 4, s/ pág.

a) a Lei de Terras e o fluxo imigratório;
b) a Lei de Cotas e o fluxo imigratório.


resposta:


 


Próxima Página »

Página 1 de 11