Questões de História Geral - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|

 

Questões História Geral

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Pucsp-1995
tópico:História Geral

sub-grupo:Alta Idade Média
pergunta:"A própria vocação do nobre lhe proibia qualquer atividade econômica direta. Ele pertencia de corpo e alma à sua função própria: a do guerreiro. (...) um corpo ágil e musculoso não é o bastante para fazer o cavaleiro ideal. É preciso ainda acrescentar a coragem. E é também porque proporciona a esta virtude a ocasião de se manifestar que a guerra põe tanta alegria no coração do homens, para os quais a audácia e o desprezo da morte são, de algum modo, valores profissionais." Bloch, Marc. A SOCIEDADE FEUDAL. Lisboa, Edições 70, 1987. O autor nos fala da condição social dos nobres medievais e dos valores ligados às suas ações guerreiras. É possível dizer que a atuação guerreira desses cavaleiros representa, respectivamente, para a sociedade e para eles próprios:
a) a garantia de segurança, um contexto em que as classes e os estados nacionais se encontram em conflito, e a perspectiva de conquistas de terras e riquezas.
b) o cumprimento das obrigações senhoriais ligadas à produção, e à proibição da transmissão hereditária das conquistas realizadas.
c) a permissão real para realização de atividades comerciais, e a eliminação do tédio de um cotidiano de cultura rudimentar e alheio a assuntos administrativos.
d) o respeito às relações de vassalagem travadas entre senhores e servos, e a diversão sob a forma de torneios e jogos em épocas de paz.
e) a participação nas guerras santas e na defesa do catolicismo, e a possibilidade de pilhagem de homens e coisas, de massacres e mutilações de inimigos.



resposta:[E]

vestibular Unesp-1995
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Roma
pergunta:"O escravo torna possível o jogo social, não porque garanta a totalidade do trabalho material (isso jamais será verdade), mas porque seu estatuto de anticidadão, de estrangeiro absoluto, permite que o estatuto do cidadão se desenvolva; porque o comércio de escravos e o comércio simplesmente, a economia monetária, permitem que um número bem excepcional de atenienses sejam cidadãos." (Pierre Vidal-Naquet, TRABALHO E ESCRAVIDÃO NA GRÉCIA ANTIGA.) Esse desenvolvimento paralelo da escravidão e da cidadania obrigou os atenienses a realizarem sucessivas reformas políticas. Discorra sobre o papel de Clístenes nesse processo.



resposta:

vestibular Unesp-1995
tópico:História Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média
pergunta:"Neste tempo revoltaram-se os camponeses em Beauvoisin. Entre eles estava um homem muito sabedor e bem-falante, de bela figura e forma chamado Guilherme Carlos. Os camponeses fizeram-no seu chefe e estes lhes dizia que se mantivessem unidos. E quando os camponeses se viram em grande número, perseguiram e mataram os homens nobres. Inclusive muitas mulheres e crianças nobres, pelo que Guilherme Carlos lhes disse muitas vezes que se excediam demasiadamente; mas nem por isso deixaram de o fazer." (Texto adaptado de Crônica dos quatros primeiros Valois (1327-1392) in ANTOLOGIA DE TEXTOS HISTÓRICOS MEDIEVAIS.) O documento oferece subsídios sobre a Jacquerie, revolta camponesa ocorrida em 1358 na França, abalada pela Guerra dos Cem Anos, entremeada de crises e epidemias que se propagavam. Com base no texto:
a) Justifique o caráter antifeudal da Jacquerie.
b) Cite três grandes calamidades do século XIV.



resposta:a)A palavra "Jacquerie" passou a ser sinônimo de rebelião camponesa e, por séculos, a nobreza viveu sob o temor de uma repetição do episódio. Na memória popular, a "Jacquerie" é vista como uma série de massacres feitos pelos camponeses contra a nobreza.Essa revolta, iniciou-se de forma espontânea,reflectindo a sensação de desespero em que viviam as camadas mais pobres da sociedade.
b)Guerra dos 100 anos e Peste Negra.

vestibular Fuvest-1995
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Roma
pergunta:"Então Alexandre aproximou-se ainda mais dos costumes bárbaros que ele também se esforçou em modificar mediante a introdução de hábitos gregos, com a idéia de que essa mistura e essa comunicação recíproca de costumes dos dois povos... contribuiria mais do que a força para solidificar seu poder..." (Plutarco, VIDAS PARALELAS) O texto trata da política de conquista de Alexandre o Grande.
a) Quem eram os bárbaros?
b) No que consistiu a sua política de conquista?



resposta:a)Era como os gregos designavam os estrangeiros, as pessoas que não eram gregas e aqueles povos cuja língua materna não era a língua grega. Principiou por ser uma alusão aos persas, cujo idioma cutural os gregos entendiam como "bar-bar-bar".[1] Os romanos também passaram a ser chamados de bárbaros pelos gregos.
b)Aproximou-se da cultura dos povos orientais e introduziu costumes gregos.

vestibular Fuvest-1995
tópico:História Geral

sub-grupo:Alta Idade Média
pergunta:O feudalismo, que marcou a Europa Ocidental durante a Idade Média, resultou duas heranças distintas, a romana e a germânica. Comente cada uma delas.



resposta:Herança romana: servidão; Herança germânica: benefício.

vestibular Unicamp-1995
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Grécia
pergunta:Os princípios do cristianismo chocaram-se com os valores romanos, em especial a partir do momento em que os imperadores passaram a ser vistos como divindades. Entre os séculos I e III, as perseguições aos cristãos foram constantes.
a) Cite três características do cristianismo naquele período.
b) Explique por que os princípios cristãos eram uma ameaça ao poder político dos imperadores romanos.



resposta:

vestibular Unicamp-1995
tópico:História Geral

sub-grupo:Alta Idade Média
pergunta:O feudo era a principal unidade de produção da Idade Média.
a) Como se dividia o feudo?
b) Explique a função de cada uma das partes do feudo.



resposta:

vestibular Fuvest-1993
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Roma
pergunta:Com o advento da democracia na pólis grega durante o período clássico, foram:
a) abandonados completamente os ideais de autarquia da pólis, de glorificação da guerra e a visão aristocrática da sociedade e da política, que haviam caracterizado os períodos anteriores.
b) introduzidos novos ideais baseados na economia de mercado, na condenação da guerra e na valorização da democracia, mais condizentes com a igualdade vigente.
c) preservados os antigos ideais de autarquia, da guerra, da propriedade da terra, do ócio, como valores positivos.
d) recuperadas antigas práticas do período homérico - abandonadas no período arcaico - como a escravidão em grande escala e o imperialismo econômico.
e) adaptados aos antigos ideais aristocráticos e de autarquia (do período homérico e arcaico) os novos ideais de economia de mercado do período clássico.



resposta:[C]

vestibular Fuvest-1993
tópico:História Geral

sub-grupo:Alta Idade Média
pergunta:"O Feudalismo medieval nasceu no seio de uma época infinitamente perturbada. Em certa medida, ele nasceu dessas mesmas perturbações. Ora, entre as causas que contribuíram para criar ou manter um ambiente tão tumultuado, algumas existiram completamente estranhas à evolução interior das sociedades européias." (Marc Bloch, A SOCIEDADE FEUDAL) O texto refere-se:
a) às invasões dos turcos, lombardos e mongóis que a Europa sofreu nos séculos IX e X, depois do esfacelamento do Império Carolíngio.
b) às invasões prolongadas e devastadoras dos sarracenos, húngaros e vikings na Europa, nos séculos IX e X (ao Sul, Leste e Norte respectivamente), depois do esfacelamento do Império Carolíngio.
c) às lutas entre camponeses e senhores no campo e entre trabalhadores e burgueses nas cidades, impedindo qualquer estabilidade social e política.
d) aos tumultos e perturbações provocadas pelas constantes fomes, pestes e rebeliões que assolavam as áreas mais densamente povoadas da Europa.
e) à combinação de fatores externos (invasões e introdução de novas doutrinas e heresias) e internos (escassez de alimentos e revoltas urbanas e rurais).



resposta:[B]

vestibular Fuvest-1993
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Roma
pergunta:"Há muitas maravilhas mas nenhuma é tão maravilhosa quanto o homem. ...homem de engenho e artes inesgotáveis... soube aprender sozinho a usar a fala e o pensamento mais veloz que o vento... sagaz de certo modo na inventiva além do que seria de esperar e na destreza, que o desvia às vezes para a maldade, às vezes para o bem...." (ANTÍGONA, Sófocles, 497 - 406, a.C.) "Este animal previdente, sagaz, complexo, penetrante, dotado de memória, capaz de raciocinar e de refletir, ao qual damos o nome de homem... Único entre todos os vivos e entre todas as naturezas animais, só ele raciocina e pensa. Ora, o que há... de mais divino que a razão, que chegada à maturidade e à sua perfeição é justamente chamada de sabedoria?" (SOBRE AS LEIS, Cícero, 106 - 43, a.C.) "Eu não te dei, Adão, nem um lugar predeterminado, nem quaisquer prerrogativas.... Tu mesmo fixarás as tuas leis sem estar constrangido por nenhum entrave, segundo teu livre arbítrio, a cujo domínio te confiei.... Poderás degenerar à maneira das coisas inferiores, que são os brutos, ou poderás, segundo tua vontade, te regenerar à maneira das superiores, que são as divinas." (SOBRE A DIGNIDADE DO HOMEM, Pico della Mirandola, 1463 - 1494)
a) Qual o assunto dos textos e como é denominada a concepção neles presente?
b) Qual a relação existente entre o universo cultural de Pico della Mirandola e o de Sófocles e Cícero?



resposta:

vestibular Fuvest-1993
tópico:História Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média
pergunta:Na Europa Ocidental dos nossos dias, em conseqüência do processo de integração, verifica-se um problema parecido com o que existiu durante a Baixa Idade Média. Trata-se do problema de articulação das três esferas do poder político: o poder local, o poder do Estado-Nação e o poder supranacional. Hoje, se a integração se concretizar, ela será feita, ao contrário do que ocorreu no fim da Idade Média, em prejuízo do poder do Estado-Nação. Indique:
a) quem exercia cada uma das três esferas do poder durante a Baixa Idade Média?
b) qual delas, no fim deste período histórico, se sobrepôs às demais; por quê?



resposta:a) As três esferas eram ocupadas por: Poder local – era exercido pela nobreza medieval e cidades autônomas;

Poder Estado-Nação - era exercido pelo soberano, pelo rei;
Poder Supranacional - era exercido pela Igreja, pelo Papa (autoridade maior do clero).
b) O Estado-Nação, pois houve uma aliança entre o rei e a burguesia que resultou no enfraquecimento do poder local, colaborando para a consolidação do poder real.

vestibular Fuvest-1993
tópico:História Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Grécia
pergunta:O mundo greco-romano e o mundo ocidental moderno criaram colônias ultramarinas e usaram o trabalho escravo. Indique as diferenças entre esses dois períodos históricos no que se refere à colonização e à escravidão.



resposta: