Banco de dados de questões do vestibular Fatec
questões de vestibulares
|

 

Questões Fatec

REF. Pergunta/Resposta
origem:Fatec-1995
tópico:
historia-Geral

sub-grupo:Antiguidade Clássica - Roma

pergunta:O Império Romano expandiu-se pelo Mar Mediterrâneo durante o período republicano; isso gerou, no decorrer do século II d. C., várias repercussões, entre as quais podemos destacar:
a) surgimento da classe média de pequenos proprietários rurais e desaparecimento dos latifundiários.
b) aumento da população rural na Itália e conseqüente declínio da população urbana.
c) crescimento do número de escravos e grande fluxo de riquezas.
d) criação de grande número de pequenas propriedades e fortalecimento do sistema assalariado.
e) difusão do Cristianismo e proscrição das manifestações culturais de outras regiões.



resposta:
[C]

origem:Fatec-1995
tópico:
historia-Geral

sub-grupo:Baixa Idade Média

pergunta:Apesar de não terem alcançado seu objetivo - reconquistar a Terra Santa -, as Cruzadas provocaram amplas repercussões, porque:
a) favoreceram a formação de vários reinos cristãos no Oriente, o que permitiu maior estabilidade política à região.
b) consolidaram o feudalismo, em virtude da unificação dos vários reinos em torno de um objetivo comum.
c) facilitaram a superação das rivalidades nacionais graças à influência que a Igreja então exercia.
d) uniram os esforços do mundo cristão europeu para eliminar o domínio árabe na Península Ibérica.
e) estimularam as relações comerciais do Oriente com o Ocidente, graças à abertura do Mediterrâneo a navios europeus.



resposta:
[E]

origem:Fatec-1995
tópico:
Historia

sub-grupo:Renascimento

pergunta:Em O RENASCIMENTO, Nicolau Sevcenko afirma: "O comércio sai da crise do século XIV fortalecido. O mesmo ocorre com a atividade manufatureira, sobretudo aquela ligada à produção bélica, à construção naval e à produção de roupas e tecidos, nas quais tanto a Itália quanto a Flandres se colocaram à frente das demais. As minas de metais nobres e comuns da Europa Central também são enormemente ativadas. Por tudo isso muitos historiadores costumam tratar o século XV como um período de Revolução Comercial." A Revolução Comercial ocorreu graças:
a) às repercussões econômicas das viagens ultramarinas de descobrimento.
b) ao crescimento populacional europeu, que tornava imperativa a descoberta de novas terras onde a população excedente pudesse ser instalada.
c) a uma mistura de idealismo religioso e espírito de aventura, em tudo semelhante àquela que levou à formação das cruzadas.
d) aos Atos de Navegação lançados por Oliver Cromwell.
e) à auto-suficiência econômica lusitana e à produção de excedentes para exportação.



resposta:
[A]

origem:Fatec-1995
tópico:
Historia

sub-grupo:Revolução Francesa

pergunta:A "Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão", da Revolução Francesa, traz o seguinte princípio: "Os homens nascem e se conservam livres e iguais em direitos. As distinções sociais só podem ter por fundamento o proveito comum". Tal princípio é decorrente:
a) da incorporação das reivindicações da classe média por maior participação na vida política.
b) do reconhecimento da necessidade de assegurar os direitos dos vencidos, sem distinção de classes.
c) da incorporação dos camponeses à comunidade dos cidadãos com direitos sociais e políticos reconhecidos na lei.
d) da crença popular na perspectiva liberal burguesa de que a Revolução fora feita por todos e em benefício de todos.
e) da determinação burguesa de levar avante um processo revolucionário de distribuição da propriedade privada.



resposta:
[D]

origem:Fatec-1995
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:"Os sofrimentos dos combatentes e da retaguarda levaram-nos a associar espontaneamente o regime capitalista e a guerra, a considerar que esta guerra não era a sua guerra ; o prestígio das classes dirigentes, que não souberam evitar o conflito, nem abreviá-lo ou poupar as vidas humanas, debilitou-se tanto mais quanto o enriquecimento rápido e espetacular de toda uma parte dessas classes contrastava com o luto e a aflição das massas. Por um momento submergidos, no início das hostilidades, pela vaga nacionalista, os conflitos de classe reaparecem, mais vigorosos e exacerbados por quatro anos de miséria. As classes dirigentes têm consciência do fato, e o medo do contágio revolucionário cria em seu meio um intenso terror que se manifesta na vontade de destruir este novo Estado, onde, pela primeira vez, o socialismo transporta-se do terreno da teoria para o das realidades. A união do mundo branco está rompida; doravante não haverá mais neutros; conscientemente ou não, é em relação à Revolução Russa - objeto de receios e repulsa para uns, de esperança para outros - que se classificarão governos, partidos e simples particulares." (CROUZET, M. - HISTÓRIA GERAL DAS CIVILIZAÇÕES 15 - A ÉPOCA CONTEMPORÂNEA) A partir da descrição do autor, é correto afirmar que:
a) o socialismo seria a única solução para evitar uma luta de classes.
b) o medo do socialismo levaria o empresariado a apoiar ações contrárias, e isso provocou, mais tarde, o estabelecimento do fascismo e do nazismo.
c) a passagem das idéias do socialismo à prática levou toda a Europa a se conscientizar do perigo comum.
d) a união do mundo branco rompeu-se e, após a Revolução Russa, provocou reflexos imediatos na libertação dos povos coloniais.
e) a Europa saiu da guerra mais nivelada politicamente, pois a guerra acabou com as grandes fortunas, dando chances para uma estabilização sócio-econômica.



resposta:
[B]

origem:Fatec-1995
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:A reconstrução econômica do Japão, acelerada após 1950, é explicada principalmente:
a) pelos progressos da agricultura, dirigida prioritariamente para a produção de matérias primas.
b) pela maciça aplicação de capitais na produção e pela mão-de-obra numerosa e barata.
c) pela facilidade de comércio com os países asiáticos graças à construção de numerosa frota.
d) pela abundância de riquezas minerais.
e) pela existência de mercado consumidor interno.



resposta:
[B]

origem:Fatec-1995
tópico:
Historia

sub-grupo:

pergunta:Segundo as teorias desenvolvimentistas, a guerra era concebida como:
a) uma necessidade de ampliar o mercado interno substituindo as importações.
b) uma política econômica tendendo a desvalorizar a produção agrícola.
c) uma forma de criar condições para a importação de tecnologia estrangeira.
d) um recurso complementar e necessário à importação de produtos primários.
e) uma política econômica que necessitava do apoio de todas as classes sociais para ser implementada.



resposta:
[A]

origem:Fatec-1995
tópico:
historia-Brasil

sub-grupo:Sistema Colonial Brasileiro

pergunta:Durante o Período Colonial brasileiro, a mão-de-obra do negro africano substituiu, progressivamente, a indígena. Isso se deveu:
a) ao fato dos portugueses já utilizarem, há muito, o trabalho escravo negro no sul de Portugal e nas ilhas do Atlântico.
b) à inabilidade do indígena para o trabalho agrícola e sedentário.
c) à reduzida e dispersa população pré-colombiana comparada com a grande oferta de mão-de-obra negra africana.
d) ao fato dos negros africanos já aceitarem passivamente o trabalho na lavoura e na mineração do Brasil.
e) aos interesses dos traficantes negreiros e de Portugal neste ramo de comércio colonial, altamente lucrativo.



resposta:
[E]

origem:Fatec-1995
tópico:
historia-Brasil

sub-grupo:Crise do Sistema Colonial

pergunta:A abertura dos portos, realizada por D. João (1808), teve amplas repercussões, pois na prática significou:
a) o aumento sensível das exportações sobre as importações, com a restauração da balança de pagamentos.
b) o estabelecimento de maiores laços comerciais com Lisboa, conforme o plano de Manuel Nunes Viana, paulista de grande prestígio.
c) manutenção da política econômica mercantilista, segundo defendia José da Silva Lisboa.
d) o rompimento do pacto colonial, iniciando um novo processo que culminou com a Independência.
e) a intensificação do processo da independência econômica do Brasil, em face da liberdade industrial.



resposta:
[D]

origem:Fatec-1995
tópico:
historia-Brasil

sub-grupo:Repúlblica Oligárquica

pergunta:Em CANGACEIROS E FANÁTICOS, Rui Facó registra: "... os senhores das classes dominantes e seus porta-vozes recusavam-se a acreditar na realidade: milhares de párias do campo armados em defesa da própria sobrevivência, em luta, ainda que espontânea, não consciente, contra a monstruosa e secular opressão latifundiária e semifeudal, violando abertamente o mais sagrado de todos os privilégios estabelecidos desde o começo da colonização européia do Brasil - o monopólio da terra nas mãos de uma minoria a explorar a imensa maioria." O texto acima, referente ao período da República Velha do Brasil, trata:
a) da organização dos quilombos, onde se abrigavam os escravos fugitivos.
b) dos entraves que os inglesas impuseram às manufaturas portuguesas face às restrições ao tráfico negreiro.
c) das revoltas violentas de trabalhadores rurais contra o poder oligárquico.
d) das revoltas das camadas populares oprimidas, influenciadas por filosofias externas.
e) da existência de grandes contingentes de trabalhadores rurais destituídos de propriedade, no período anterior à Proclamação da República.



resposta:
[C]

origem:Fatec-1995
tópico:
historia-Brasil

sub-grupo:República Liberal

pergunta:"O populismo manifesta-se já no fim da ditadura e permanecerá uma constante no processo político até 1964." (Francisco Weffort, O POPULISMO NO BRASIL) O fenômeno político conhecido sob o nome de "populismo" no Brasil e na América Latina caracteriza-se:
a) como fenômeno político desvinculado do processo de urbanização e industrialização.
b) como um poder político das massas e suas reivindicações.
c) por movimento de massas sem lideranças carismáticas.
d) por grupos políticos identificados exclusivamente com as elites econômicas.
e) como um estilo de governo sempre sensível às pressões populares, principalmente as rurais.



resposta:
[B]

origem:Fatec-1995
tópico:
historia-Brasil

sub-grupo:Revolução de 64 - Ditadura Militar

pergunta:Os governos dos presidentes Geisel e Figueiredo foram marcados pela chamada "distensão política, gradual e segura". Sobre ela pode-se afirmar:
a) ocorreu graças à delegação paternalista do poder militar, então hegemônico.
b) desenvolveu-se pela pressão direta do governo norte-americano.
c) ocorreu pela pressão dos setores políticos e econômicos dominantes no Brasil, em busca de novas relações de hegemonia.
d) surgiu e desenvolveu-se pela iminente possibilidade do acesso ao poder dos partidos de extrema esquerda.
e) foi estimulada pela pressão dos grandes proprietários interessados em impedir a reforma agrária.



resposta:
[C]

 


Próxima Página »

Página 1 de 17