Questões de Literatura - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|
 

Questões Literatura

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Ufpr1999
tópico:Literatura

sub-grupo:Pré-modernismo
pergunta:"E era agora que ele [Policarpo Quaresma] chegava a essa conclusão, depois de ter sofrido a miséria da cidade e o emasculamento da repartição pública, durante tanto tempo! Chegara tarde, mas não a ponto de que não pudesse antes da morte, travar conhecimento com a doce vida campestre e a feracidade das terras brasileiras.(...)
E ele viu então diante dos seus olhos as laranjeiras, em flor, olentes, muito brancas, a se enfileirar pelas encostas das colinas, como teorias de noivas; os abacateiros, de troncos rugosos, a sopesar com esforço os grandes pomos verdes; as jabuticabas negras a estalar dos caules rijos; os abacaxis coroados que nem reis, recebendo a unção quente do sol; as abobreiras a se arrastarem com flores carnudas cheias de pólen; as melancias de um verde tão fixo que parecia pintado; os pêssegos veludosos, as jacas monstruosas, os jambos, as mangas capitosas;..."

A respeito do romance TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA, de Lima Barreto, do qual foi transcrito o trecho anterior, é correto afirmar:
(01) Narrador e protagonista, elementos que se fundem ao longo do romance, concluem que as melhores alternativas para a construção de um projeto nacional estariam no ambiente interiorano e numa economia de base agrícola.
(02) O mesmo patriotismo exaltado que conduzira Quaresma às suas experiências no campo é responsável, mais adiante, pelo abandono abrupto de seus projetos rurais.
(04) Este trecho integra a segunda parte do romance, que corresponde à empreitada do protagonista no campo, antecedida pelo malogro reformista experimentado na seção inicial e seguida por seu "triste fim" nos desdobramentos de seu retorno ao Rio de Janeiro.
(08) O preciosismo vocabular e a acumulação descritiva que marcam o parágrafo final do trecho citado são reveladores das influências parnasianas que marcam o estilo de Lima Barreto.
(16) A técnica do romance confessional, onde a narrativa é construída através da rememoração de experiências do próprio protagonista, pode ser assinalada como uma das inovações desta obra de Lima Barreto, procedimento que só voltaria a ser exercitado em nossa literatura pelos autores modernistas.

Soma ( )



resposta:02 + 04 = 06

vestibular Ufpr1999
tópico:Literatura

sub-grupo:Modernismo
pergunta:Na literatura brasileira há uma tradição de tematizar os problemas sociais. Escolha as alternativas que fornecem afirmações corretas sobre essa questão:
(01) Uma vez que é autor pré-modernista, anterior à tomada de consciência da nacionalidade que surgiu com a semana de 22, Lima Barreto foge da tradição do romance social, fazendo até mesmo uma caricatura do nacionalismo através da personagem Policarpo Quaresma.
(02) A poesia de Carlos Drummond de Andrade em alguns momentos participa dessa tradição, mas de forma menos explícita do que acontece em MORTE E VIDA SEVERINA, por exemplo.
(04) O poema MORTE E VIDA SEVERINA é a única obra de João Cabral de Melo Neto a participar dessa tradição, já que o poeta, vivendo muitos anos no exterior, preferiu abordar temas como a vida nas cidades espanholas e a própria atividade do poeta.
(08) Ao contrário de outros livros de Graciliano Ramos, como VIDAS SECAS, o romance ANGÚSTIA não apresenta traços de literatura social, narrando apenas o drama interior de Luís da Silva após cometer um assassinato.
(16) Os contos de SAGARANA não têm ligação com essa tradição, uma vez que seu autor, Guimarães Rosa, ficou conhecido dentro da literatura brasileira por escrever uma obra de caráter universal.
(32) O BEIJO NO ASFALTO (assim como outras peças de Nelson Rodrigues) dialoga com essa tradição ao localizar a ação num ambiente suburbano e explorar os desdobramentos da realidade social no comportamento das personagens.

Soma ( )



resposta:02 + 32 = 34

vestibular Ufrj1997
tópico:Literatura

sub-grupo:Modernismo
pergunta:A geração de 45 marca certa volta à valorização formal do poema em termos tradicionais.
Indique duas características do poema de João Cabral que justificam essa afirmativa.



resposta:A preocupação formal aparece na estrofação regular, na métrica homogênea e na presença de rimas.

vestibular Ufrj1999
tópico:Literatura

sub-grupo:Romantismo
pergunta:Associado ao tema da infância, o texto de Casimiro de Abreu aborda ainda outro tema significativo na literatura romântica: A RELAÇÃO ENTRE O HOMEM E A NATUREZA.
Ao tratar desse tema, o texto segue o padrão literário romântico? Justifique a resposta, com suas palavras.



resposta:Sim, segue, pois a relação entre o homem e a natureza é apresentada de forma idealizada, já que, no texto, a natureza é lugar paradisíaco de experiências positivas.

vestibular Ufrj1999
tópico:Literatura

sub-grupo:Pré-modernismo
pergunta:MEUS SETE ANOS

Papai vinha de tarde
Da faina de labutar
Eu esperava na calçada
Papai era gerente
Do Banco Popular
Eu aprendia com ele
Os nomes dos negócios
Juros hipotecas
Prazo amortização
Papai era gerente
Do Banco Popular
Mas descontava cheques
No guichê do coração
(ANDRADE, Oswald de. OBRAS COMPLETAS-VIl. 5 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1971. p. 162.)

Na literatura brasileira, a idade de oito anos é tomada como referência a uma infância harmoniosa.
No poema de Oswald de Andrade, essa referência está considerada no título e recebe um tratamento que revela um traço característico do Modernismo brasileiro.
Identifique esse traço, justificando sua resposta.



resposta:O traço característico do Modernismo brasileiro é a ruptura com a tradição, através de uma avaliação crítica da abordagem temática e da linguagem literária do passado.

vestibular Ufrs1998
tópico:Literatura

sub-grupo:Romantismo
pergunta:Considere as seguintes afirmações sobre a obra de José de Alencar.

I - Em IRACEMA, narram-se as aventuras e desventuras de Martim Francisco, português, e Iracema, a indígena dos lábios de mel, casal que simboliza a união dos dois povos nas matas brasileiras inexploradas.
II - Em SENHORA, Aurélia herda uma fortuna que a salva da pobreza e lhe permite comprar um marido, Seixas, de quem já fora namorada e com quem manterá um casamento perturbado por conflitos e acusações mútuas.
III - Em O GUARANI, as aventuras de Peri, bravo guerreiro indígena, são norteadas pela necessidade de servir e proteger a jovem virgem loira Ceci, cuja integridade física é ameaçada por malfeitores e indígenas perigosos.

Quais estão corretas?
a) Apenas I
b) Apenas III
c) Apenas I e II
d) Apenas II e III
e) I, II e III



resposta:[E]

vestibular Ufrs1998
tópico:Literatura

sub-grupo:Romantismo
pergunta:O POETA MORIBUNDO
Álvarez de Azevedo

Poetas! amanhã ao meu cadáver
Minha tripa cortai mais sonorosa!...
Façam dela uma corda e cantem nela
Os amores da vida esperançosa!
(...)

Eu morro qual nas mãos da cozinheira
O marreco piando na agonia
Como o cisne de outrora... que gemendo
Entre os hinos de amor se enternecia.
(...)

Considere as seguintes afirmações em relação ao poema de Álvarez de Azevedo.

I - O poema revela um sentimento de inconformismo com a morte e expressa, em tom elevado, os sentimentos típicos do "mal do século".
II - Embora romântico, o poema já antecipa traços modernos, como o emprego de imagens cotidianas e auto-ironia do poeta.
III - Álvares de Azevedo satiriza a morte e a própria situação do poeta, que é comparado a um marreco.

Quais estão corretas?
a) Apenas I
b) Apenas II
c) Apenas III
d) Apenas II e III
e) I, II e III



resposta:[D]

vestibular Ufrs1998
tópico:Literatura

sub-grupo:Romantismo
pergunta:Assinale a alternativa correta.
a) Álvares de Azevedo, classificado na segunda geração do Romantismo brasileiro, deixou uma obra composta de poemas tipicamente indianistas e nacionalistas.
b) Com Castro Alves, a poesia brasileira atingiu o seu apogeu, apesar do tom tímido que encontramos nos seus versos.
c) Os poetas do Romantismo foram responsáveis pela consolidação do sentimento nacional e contribuíram para o abrasileiramento da língua portuguesa.
d) Gonçalves Dias, autor da consagrada "Canção do Exílio", compôs também "Os Timbiras", "Se Eu Morresse Amanhã" e "Meus Oito Anos".
e) O saudosismo que caracteriza o lirismo luso-brasileiro não teve representantes no período romântico.



resposta:[C]

vestibular Ufrs1998
tópico:Literatura

sub-grupo:Realismo/Naturalismo/Parnasianismo
pergunta:O capítulo foi extraído de um romance de Machado de Assis chamado
a) MEMORIAL DE AIRES.
b) MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS
c) QUINCAS BORBA.
d) DOM CASMURRO.
e) ESAÚ E JACÓ.



resposta:[D]

vestibular Ufrs1998
tópico:Literatura

sub-grupo:Simbolismo
pergunta:ACROBATA DA DOR
Cruz e Sousa

Gargalha, ri, num riso de tormenta,
Como um palhaço, que desengonçado,
Nervoso, ri, num riso absurdo, inflado,
De uma ironia e de uma dor violenta.

Da gargalhada atroz, sanguinolenta,
Agita os guizos, e convulsionado
Salta gavroche, salta clown, varado
Pelo estertor dessa agonia lenta...

Pedem-se bis e um bis não se despreza!
Vamos! retesa os músculos, retesa
Nessas macabras piruetas d'aço...

E embora caias sobre o chão, fremente,
Afogado em teu sangue estuoso e quente
Ri! Coração, tristíssimo palhaço.
____________
gavroche: garoto: clown: palhaço

Considere as seguintes afirmações em relação ao poema de Cruz e Sousa.

I - Trata-se de poema simbolista que não expressa nitidamente as emoções representadas, o que é incompatível com a forma do soneto.
II - Os poetas do Simbolismo, incapazes de captarem as sensações e os sentimentos humanos em sua real dimensão, apelavam para imagens obscuras.
III - O poema mistura em tom veemente imagens contraditórias de riso e dor, utilizando em diferentes metáforas a imagem do palhaço.

Quais estão corretas?
a) Apenas I
b) Apenas II
c) Apenas III
d) Apenas II e III
e) I, II e III



resposta:[C]

vestibular Ufrs1998
tópico:Literatura

sub-grupo:Pré-modernismo
pergunta:"Livro posto entre .........................., OS SERTÕES assinalam um fim e um começo: o fim do imperialismo literário, o começo ........................... aplicada aos aspectos mais importantes da sociedade brasileira (no caso, as contradições contidas na diferença de cultura entre ...............)."
(Fonte CANDIDO, Antônio. LITERATURA E SOCIEDADE. São Paulo: Companhia Editora Nacional, s.d. p. 133.)

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto acima.
a) a literatura e a sociologia naturalista - da associação onírica e simbolista - as regiões litorâneas e o interior
b) a literatura e o panfleto pró-monárquico - da análise científica - a região nordeste e o sul industrializado
c) a literatura e a sociologia naturalista - da análise científica - as regiões litorâneas e o interior
d) a literatura e o panfleto pró-monárquico - da associação onírica e simbolista - a região nordeste e o sul industrializado
e) a literatura e a sociologia naturalista - da associação onírica e simbolista - a região nordeste e o sul industrializado



resposta:[C]

vestibular Ufrs1998
tópico:Literatura

sub-grupo:Pré-modernismo
pergunta:Em TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA, romance de Lima Barreto, o personagem principal
a) é um funcionário público que, após se retirar para seu sítio, adota hábitos dos índios e pratica rituais de origem africana.
b) é um jornalista que se dispõe a defender, de arma na mão, o governo de Floriano Peixoto contra a revolta da Armada.
c) é um jornalista que, depois da crise que o levou a ser internado em um manicômio, se apaixona por sua sobrinha, Olga.
d) é um funcionário público que, depois de ter cometido um desfalque lesando o tesouro nacional, se retira para seu sítio.
e) é um funcionário público idealista que, embora tenha perdido seu emprego, se dispõe a defender a Pátria e a República.



resposta:[E]