Questões de Literatura - Perguntas e Respostas Comentadas - Exercícios
questões de vestibulares
|
 

Questões Literatura

REF. Perguntas / Respostas
vestibular Ufrn2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Romantismo
pergunta:As três estrofes a seguir pertencem ao poema "Lembrança de Morrer", de Álvares de Azevedo.

Descansem o meu leito solitário
Na floresta dos homens esquecida,
À sombra de uma cruz, e escrevam nela:
- Foi poeta - sonhou - e amou na vida. -

Sombras do vale, noites da montanha
Que minh'alma cantou e amava tanto,
Protegei o meu corpo abandonado,
E no silêncio derramai-lhe canto!

Mas quando preludia ave d'aurora
E quando à meia-noite o céu repousa,
Arvoredos do bosque, abri os ramos...
Deixai a lua prantear-me a lousa!

(Azevedo. AZEVEDO, M. A. A. de. "Lira dos vinte anos". Porto Alegre: L&PM, 2001, p.115.)

Nos versos que compõem as estrofes, a temática essencial da obra do poeta é revelada na
a) valorização da morte como fuga dos problemas sociais de sua época.
b) exaltação da natureza brasileira como propósito de enaltecimento à nacionalidade.
c) manifestação do desejo de amor e de morte como impulsos presentes em sua sensibilidade poética.
d) adesão aos valores cristãos como indica a imagem da cruz.




resposta:[C]

vestibular Unesp2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Romantismo
pergunta:Juntamente com outros poemas do autor, como "I-Juca-Pirama" e "Os Timbiras", a "Canção do Tamoio" integra uma das linhas temáticas mais peculiares de Gonçalves Dias e do Romantismo brasileiro. Já o "Hino do Deputado", embora adote basicamente o verso medido, é, pela forma e pelo conteúdo, um texto típico do Modernismo brasileiro. De posse destas informações,

a) identifique a linha temática do Romantismo brasileiro que o poema de Gonçalves Dias revela desde o próprio título;

b) indique uma característica de forma ou de conteúdo típica do Modernismo brasileiro, presente no texto de Murilo Mendes.



resposta:a) "Canção do Tamoio", "I - Juca Pirama" e "Os Timbiras" compõem a temática indianista do Romantismo brasileiro. O poeta Gonçalves Dias, exalta o valor do homem nativo, tendo como modelo o cavaleiro medieval.

b) Na forma, tem-se a assimetria na estrofação, linguagem coloquial e outros. No conteúdo, observa-se a paródia ao texto de Gonçalves Dias. Murilo Mendes propõe o oposto do heroísmo diante dos problemas da existência humana.

vestibular Unesp2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Romantismo
pergunta:O "Hino do Deputado" constitui uma paródia moderna da "Canção do Tamoio", isto é, retoma a estrutura de tal texto, mas com transformações que revelam a intenção cômica, jocosa e crítica de Murilo Mendes. Com base nesta observação,

a) mencione dois versos do "Hino do Deputado" que deixam explícita a intertextualidade desse poema com a "Canção do Tamoio";

b) assumindo o ponto de vista dos princípios de moralidade vigentes, faça um julgamento dos conselhos que o eu-poemático dá ao filho, no "Hino do Deputado".



resposta:a) A intertextualidade é observada nos seguintes versos:
"Chora, meu filho, chora" (1¡. e 20¡. versos);
"A vida é luta renhida" (5¡. verso);
"Não dorme, filho, não dorme" (23¡. verso).

b) O deputado assume em "Hino do Deputado" uma postura de defensor dos interesses pessoais em detrimento dos públicos. Tal comportamento transgride os valores éticos, supostos como "princípios da moralidade vigente".

vestibular Ufsc2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Contemporânea
pergunta:Assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S), observando as afirmativas referentes à obra indicada de Garcia-Roza.

01. Espinosa, personagem de "O Silêncio da Chuva", recebeu dos pais um apartamento por herança. A avó deixou livros para ele. Morava sozinho desde o falecimento da mãe de seu pai. Os vizinhos sabiam que ele era da polícia, mas Espinosa nunca fez comentário algum sobre o fato. Nas últimas páginas desse romance policial, o inspetor descobriu que Welber havia disparado a arma contra Ricardo Carvalho. Sabia quem assassinara tantas pessoas.

02. Dona Maura, mãe de Rose, fora encontrada morta. Lucena, ao investigar o caso, viu uma cena horrível. O vidrinho de amônia denunciava a brutalidade com que essa pessoa idosa havia sido torturada antes de morrer. Lucena contou tudo isso para Carmem, sua secretária, e continuou procurando por Rose.

04. No final da parte "Preferia não fazê-lo" Rose decidiu seduzir Aurélio, como última medida para escapar do seqüestrador. Após algum tempo, ela percebeu que o homem estava azulado e havia morrido. Rose, psicologicamente perturbada, não cessava de falar isto: "Inspetor Espinosa da 1DP".

08. Alba era dona de uma academia; Bia tinha um ateliê; Júlio se identificava como professor; Rose mantinha-se como secretária de Ricardo; Carmem trabalhava na Delegacia, junto a Espinosa; Lucena gostava de comer mangas; Maura adorava a filha Rose. Todos esses são personagens que aparecem na parte "As duas artes", do livro "O Silêncio da Chuva."

16. Welber precisou ser operado às pressas, porque foi atingido por uma bala. Na cirurgia, foi-lhe retirado o baço. Enquanto o paciente se restabelecia no hospital, Espinosa prosseguia na sua busca pelo assassino. Fazia muitas perguntas ao dono do hotel e continuava procurando por um objeto ou envelope no quarto onde Rose estivera hospedada.



resposta:04 + 16 = 20

vestibular Ufsc2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Modernismo
pergunta:Do fragmento transcrito, de Manuel Bandeira, assinale a(s) proposição(ões) com afirmação(ões) VERDADEIRA(S).

...
Louvo o seu romance: "O Quinze"
e os outros três; louvo "As Três"
"Marias" especialmente,
mais minhas que de vocês.
Louvo a cronista gostosa.
Louvo o seu teatro: "Lampião"
E a nossa "Beata Maria".
...
BANDEIRA, Manuel. "Estrela da Vida Inteira". 20 ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993. p. 255-256.

(01) Manuel Bandeira está apresentando, nesse fragmento, obras de uma escritora que pertence à Academia Brasileira de Letras, é do Nordeste e participou da Semana de Arte Moderna, ao lado de Mário de Andrade. Trata-se de Raquel de Queiroz.

(02) Nas palavras "Três" e "Quinze", do fragmento de Bandeira, há igual número de fonemas e diferente número de letras; entretanto em "Lampião" existe quantidade menor de fonemas e maior de letras.

(04) Retirados do fragmento acima, estão colocados entre parênteses os gêneros literários que ele, Manuel Bandeira, diz ter escrito (romance, crônica e teatro).

(08) Há, no fragmento de Manuel Bandeira, pronomes possessivos, representando a pessoa gramatical "que fala" e a pessoa gramatical "de quem se fala".

(16) No fragmento de Bandeira, a palavra "romance" completa o sentido do verbo transitivo direto "louvo", existindo predicado que tem como núcleo um verbo.

(32) Em "As Três MARIAS", o termo destacado é palavra que representa uma classe gramatical com que se nomeiam os seres em geral, sendo, portanto, um substantivo do tipo coletivo que está no plural.

(64) Em "LOUVO o seu teatro", existe, na palavra em destaque, desinência nominal de gênero.

Soma ( )



resposta:02 + 08 + 16 = 26

vestibular Ufsc2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Teoria Literária
pergunta:A correlação dos nomes dos movimentos literários (entre parênteses) com as respectivas informações estético-literárias tem a(s) seguinte(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S).

01. (REALISMO) Narrativa lenta, descrição objetiva. Entre os autores dessa escola literária destaca-se Machado de Assis, com a obra "Quincas Borba".

02. (BARROCO) Aparece o "medo de amar", o "mal do século" e, em alguns autores, a atração pela noite, pela morte e por temas macabros e satânicos.

04. (PARNASIANISMO) Emprego freqüente de ordem inversa, conceptismo, presença de antíteses e paradoxos.

08. (ULTRA-ROMANTISMO) Retorno aos motivos clássicos, busca da perfeição formal.

16. (ARCADISMO) Bucolismo, presença de mitologia, racionalismo, convencionalismo.

32. (ROMANTISMO) Misticismo e espiritualismo, presença da sinestesia, tentativa de aproximar a música da poesia.



resposta:01 + 16 = 17

vestibular Ufsc2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Modernismo
pergunta:Em relação às obras indicadas para leitura, assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S).

01. Em "Inocência", de Visconde de Taunay, a tríade amorosa ocorre entre Cirino, Inocência e Meyer.

02. O conto "A Cartomante", de Machado de Assis, começa fazendo referência a uma intertextualidade com a obra do inglês William Shakespeare, denominada "Hamlet, o príncipe da Dinamarca."

04. Na obra "Os Bruzundangas", de Lima Barreto, o personagem Phrancisco Novilho Ben Kosta, mais conhecido por Chico Caiana, é um agricultor que nada entende de plantação e, apesar disso, torna-se Ministro da Agricultura.

08. O fragmento "Foi então que aconteceu. De pura afobação a galinha pôs um ovo. Surpreendida, exausta. Talvez fosse prematuro. Mas logo depois, nascida que fora para a maternidade, parecia uma velha mãe habituada." pertence à obra "Laços de Família"; está, especificamente, no conto "O Jantar", de Clarice Lispector.

16. "Andorinha lá fora está dizendo:
"- Passei o dia à toa, à toa!
Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste!
Passei a vida à toa, à toa..."
é um poema de Manuel Bandeira, da obra
"Estrela da Vida Inteira."

32. ...
"no fundo do Vale do Itajaí
ali rastejo, festejo,
o coração colono
na calma colina"...
é um fragmento escrito por Manuel Bandeira.



resposta:02 + 04 + 16 = 22

vestibular Ufsc2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Modernismo
pergunta:As afirmações, a seguir, referem-se à literatura e a autores brasileiros. Assinale a(s) proposição(ões) que contenha(m) afirmativa(s) VERDADEIRA(S).

01. Guido Wilmar Sassi denomina sua obra "Geração do Deserto", fazendo uma intertextualidade à passagem bíblica da travessia do deserto pelos judeus, comandados por Pedro.

02. Em "O Menino de Engenho", de José Lins do Rego, o personagem protagonista Carlos fica órfão aos quatro anos; por isso, vai morar no engenho com um tio que era padre e com as tias Sinhazinha e Maria.

04. "(Visitador) Tudo isto quer dizer, Branca, que seu avô, cristão-novo, continuava fiel aos ritos judaicos. E que os praticava em sua própria casa" ("O Santo Inquérito", p. 105). É um fragmento que evidencia estar o avô de Branca sendo acusado de ser um cristão.

08. Na obra "Estrela da Vida Inteira", Manuel Bandeira mostra a influência do Concretismo em alguns poemas como, por exemplo, em: O NOME EM SI, FLABELA, A ONDA, VERDE-NEGRO, HOMENAGEM a CONSTANT TONEGARU, HOMENAGEM A NIOMAR, AZULEJO e ROSA TUMULTUADA.

16. "Era evidente que os dois crimes estavam interligados, como também era evidente que o desaparecimento de Rose provocara involuntariamente a morte da mãe." Esse fragmento pertence ao livro "O Silêncio da Chuva", de Garcia-Roza.

32. "- Mas isso não é nome.
- Me chamo assim, seu José Maria. Meu nome de verdade é Aparício Borges." Trata-se de um fragmento retirado do livro "Laços de Família", de Clarice Lispector.



resposta:08 + 16 = 24

vestibular Ufsc2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Modernismo
pergunta:A correlação dos nomes das obras literárias (entre parênteses) com as respectivas informações tem a(s) seguinte(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S):

01. ("O Santo Inquérito") Romance que tem como tema a Guerra do Contestado, movimento que explode em 1912 e termina em 1916.

02. ("Inocência") Obra de ficção romântica brasileira, em que a história se desenvolve num cenário tipicamente sertanejo, apresentando os costumes próprios à região do Mato Grosso, o falar e o modo de pensar do homem sertanejo.

04. ("Geração do Deserto") Obra de um dos maiores dramaturgos brasileiros; retrata uma questão religiosa e apresenta o amor entre Augusto e Branca.

08. ("Laços de Família") Coletânea de 13 contos, cuja temática centra-se no cotidiano familiar.

16. ("O Código das Águas") Obra de um escritor catarinense, composta por 34 poemas que estão divididos em: POEMAS, DESTERRO, MINI-FÚNDIO, POEMAS DE ANDARILHO e POEMAS FINAIS.



resposta:02 + 08 = 10

vestibular Ufsc2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Modernismo
pergunta:Assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S), considerando somente as duas estrofes do fragmento de "OS SAPOS", de Manuel Bandeira:

OS SAPOS
...
O sapo-tanoeiro,
Parnasiano aguado,
Diz: - "Meu cancioneiro
É bem martelado".
...
Brada em assomo
O sapo-tanoeiro:
- "A grande arte é como
Lavor de joalheiro".
...
(BANDEIRA, Manuel. "Estrela da Vida Inteira". 20 ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993. p. 80-81.)

01. No poema "OS SAPOS", de Manuel Bandeira, há uma crítica dirigida ao Barroco.

02. Os fragmentos do texto caracterizam-se pela inexistência de rimas.

04. O discurso indireto livre aparece no primeiro fragmento de "OS SAPOS".

08. Ao ser interpretada no contexto do poema, a palavra "martelado" transmite a idéia de ritmo; fora do contexto, "martelado" significa bater com o martelo.

16. No poema transcrito, as palavras "cancioneiro" e "assomo" são, respectivamente, exemplos de formação de palavras do tipo derivação sufixal e do tipo derivação regressiva.



resposta:08 + 16 = 24

vestibular Unifesp2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Arcadismo
pergunta:Podem ser encontradas características predominantes do estilo neoclássico ou arcádico apenas
a) no texto I.
b) no texto II.
c) no texto III.
d) nos textos I e II.
e) nos textos II e III.



resposta:[C]

vestibular Unifesp2002
tópico:Literatura

sub-grupo:Romantismo
pergunta:Lendo-se atentamente os textos I (de Almeida Garrett) e II (de José de Alencar), percebe-se que ambos os narradores se identificam quanto à atitude de admiração e louvor à natureza contemplada.
Entretanto, verifica-se também, entre os dois, uma diferença profunda e marcante no seu ato contemplativo, quanto aos valores atribuídos a essa natureza. Essa diferença é marcada
a) pela existência da vegetação.
b) pela avaliação da magnitude e da beleza do cenário.
c) pela inclusão, na paisagem natural, da habitação humana.
d) pelo predomínio das referências ao mundo vegetal sobre as referências ao mundo mineral (terra, rocha, montanha etc.).
e) pela explicitação da perda do paraíso terrestre.



resposta:[B]