Banco de dados de questões sobre Sintaxe
questões de vestibulares
|
 

Questões Sintaxe

REF. Pergunta/Resposta
origem:Ita
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:Indique a alternativa em que há erro gramatical:
a) Disse que daria o recado a ele e lho dei.
b) Prometeu a resposta a nós e no-la concedeu.
c) Já vo-los mostrarei, esperai.
d) Procuravam João, encontraram-no.
e) Quando lhe vi, espantei-me.




resposta:[E]

origem:Unesp
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:Em relação aos verbos, os pronomes átonos podem situar-se em três posições: próclise, mesóclise e ênclise. Tendo em vista os textos em questão, responda:
a) Qual posição não ocorre nesses dois textos?
b) Por que há próclise nos 11¡. e 12¡. versos de Olavo Bilac?




resposta:a) Mesóclise.
b) O pronome átono é atraído pelo advérbio de negação.

origem:Unesp
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:Nossos poetas e prosadores românticos, atentos à linguagem coloquial brasileira, de que freqüentemente se serviram, insurgiram-se contra as "regras de colocação", oferecendo intencionalmente em suas obras exemplos que contraditavam a lição dos gramáticos. Na sexta estrofe do poema "A Cidade" encontramos dois exemplos de colocação de pronomes átonos; num destes o poeta segue a regra de colocação da gramática normativa; no outro, não a leva em consideração. Observe os dois exemplos e, a seguir, explique a infração que, segundo a gramática normativa, teria cometido o poeta.



resposta:"Não é que GERA-SE o co o condor dos Andes!"
A partícula QUE é atrativa, exigindo a próclise.

origem:Fuvest
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:"ENSINAR-ME-LO-IAS, se o SOUBESSES, mas não SABES-O."

A frase estaria de acordo com a norma gramatical, usando-se, onde estão as formas em maiúsculo:
a) Ensinar-mo-ias - o soubesses - o sabes
b) Ensinarias-mo - soubesse-lo - sabe-lo
c) Ensinarias-mo - soubesses-o - o sabes
d) Ensinar-mo-ias - soubesses-o - sabe-lo
e) Ensinarias-mo - soubesse-lo - o sabes




resposta:[A]

origem:Ufes
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:TEXTO

"_____ o Jânio renunciou à Presidência da República? _____ _____ _____. Sim. _____. E _____ pôde. Eis aí _____, meus amigos. Os _____ nebulosos _____ na esteira dos vários presidentes absurdos. E podem _____ mais".
(Josué Machado)

Preenche adequadamente o texto acima:

a) Porque - O fez - por que - o quis - O quis - por que - porque - porquês - vem - vim
b) Por que - Fê-lo - porque - o quis - Qui-lo - por quê - porque - por que - vêm - vim
c) Por que - O fez - porque - qui-lo - O quis - porque - por que - porques - vêem - vi
d) Por que - Fê-lo - porque - o quis - Qui-lo - porque - por quê - porquês - vêm - vir
e) Por quê - Fê-lo - porquê - qui-lo - O quis - por que - porque - por quês - vem - vir




resposta:[D]

origem:Fei
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:Assinalar a alternativa correta quanto a colocação do pronome pessoal oblíquo:
a) O lugar para onde nos mudamos é aprazível.
b) Embora falassem-me, não acreditei.
c) Sempre lembrar-se-á de ti.
d) Darei-te o remédio conforme o prescrito.
e) Isto abalou-me profundamente.




resposta:[A]

origem:Ime
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:Nas frases a seguir há erros ou impropriedades. Reescreva-as e justifique a correção.
a) "Remeteremos, em seguida, os pedidos que encomendaram-nos."
b) "Ela veio, de modos que você agora está dispensado."




resposta:a) Remeteremos, em seguida, os pedidos que NOS encomendaram. (Que é partícula atrativa).
b) Ela veio, de MODO que você agora está dispensado.

origem:Ufpe
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:Assinale a alternativa que não apresenta desvio quanto à sintaxe de colocação do pronome oblíquo átono.
a) "Ah, quem és? Lhe pergunto, arrepiado."
(Bocage)

b) "Te enganas, Cirene, pois até esse monte se sente abrasar ..."
(Antônio José)

c) "Suma-se, moleque."
(José Lins do Rego)

d) "Dessa vez, me decidi. Vou viajar nessa máquina."
(Jorge Amado)

e) "Morto depois Afonso, lhe sucede Sancho II."
(Camões)




resposta:[C]

origem:Puccamp
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:A frase que mantém o padrão culto da linguagem é:
a) O especialista a que recorreram para assessorá-los é muito competente.
b) Já coloquei na mochila as cordas as quais ensinarei aos meninos como fazer os diferentes nós.
c) A cidade cujo prefeito já lhes falei também participará do torneio.
d) Tenho uma peça indiana raríssima que já me ofereceram muito dinheiro.
e) Ele escolheu o tipo de utilitário de que mais lhe convinha.




resposta:[A]

origem:Puccamp
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:Leia com atenção:

Nos calamos, sim, mas antes eu e meu irmão queremos deixar claro que nunca vimos ele tão alterado com nós, quando aproximamos dele; ambos sentimos embaraçados, porque só queríamos saudar ele.

A frase anterior está integralmente redigida segundo padrão culto escrito em:
a) Calamos-nos, sim, mas antes eu e meu irmão queremos deixar claro que nunca o vimos tão alterado com nós, quando nos aproximamos dele; ambos sentimos-nos embaraçados, porque só queríamos o saudar.
b) Cala-mo-nos, sim, mas antes eu e meu irmão queremos deixar claro que nunca vimo-lo tão alterado conosco, quando nos aproximamos dele; ambos nos sentimos embaraçados, porque só queríamos saudá-lo.
c) Cala-mo-nos, sim, mas antes eu e meu irmão queremos deixar claro que nunca o vimos tão alterado com nós, quando aproxima-mo-nos dele; ambos nos sentimos embaraçados, porque só queríamos saudá-lo.
d) Cala-mo-nos, sim, mas antes eu e meu irmão queremos deixar claro que nunca vimos-o tão alterado conosco, quando nos aproximamos dele; ambos sentimo-nos embaraçados, porque só queríamos o saudar.
e) Calamo-nos, sim, mas antes eu e meu irmão queremos deixar claro que nunca o vimos tão alterado conosco, quando nos aproximamos dele; ambos nos sentimos embaraçados, porque só queríamos saudá-lo.




resposta:[E]

origem:Ufpr
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:O folclore político brasileiro atribui a Jânio Quadros a autoria das frases seguintes:

A. Fi-lo porque qui-lo.
B. Bebo-o porque é líquido; se fosse sólido, comê-lo-ia.

Sem qualquer consideração acerca da real autoria das frases, observe o uso de pronomes nas mesmas e indique as afirmativas corretas em relação à colocação pronominal.

01) Uma forma possível de reescrever corretamente a frase A é: Fiz-lhe porque o quis.
02) A colocação de pronomes em A está correta. A reescrita da frase é simplesmente uma opção estilística.
04) A frase B pode ser reescrita como: Bebo-o porque é líquido; se fosse sólido, comeria-o.
08) A forma de reescrever corretamente a frase A é: Fi-lo porque o quis.
16) O segundo pronome da frase B deve ser eliminado. Sua forma correta é: Bebo-o porque é líquido; se fosse sólido, comeria.
32) A frase B está correta. Pode-se reescrevê-la por uma opção de estilo, não para eliminar erros.

Soma = ( )




resposta:01 + 08 + 32 = 41

origem:Unesp
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Sintaxe

pergunta:As falas do menino são marcadamente coloquiais. Em duas situações você pode identificar o uso coloquial de pronomes.
a) Transcreva do texto essas duas frases coloquiais, adaptando-as aos padrões da norma culta.
b) A duas frases marcam uma diferença com relação ao emprego pronominal entre a norma culta e a linguagem coloquial. Explique essa diferença.




resposta:a) Olha, eu vou apanhá-la.
Eu mato-a.
b) A norma culta impede que um pronome reto seja objeto direto, exigindo um pronome oblíquo em ênclise.

 


Próxima Página »

Página 1 de 8