Banco de dados de questões do vestibular Cp2 -
questões de vestibulares
|
 

Questões Cp2 -

REF. Pergunta/Resposta
origem:Cp2 -2006
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:
Para Mafalda, o planeta Terra está doente. O texto I aponta uma das doenças de que sofre o planeta.
a) Que doença é essa?
b) Transcreva a palavra do texto I que indica seu sintoma.


resposta:
a) Essa doença é o desequilíbrio no ecossistema global.
b) "febre".

origem:Cp2 -2006
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Para o menino do texto II, a Terra também está adoecendo.
a) Retire desse mesmo texto o adjetivo que expressa a opinião do menino.
b) Sem encontrar uma solução para a cura dos males da Terra, o menino do texto II entra em contato com um habitante de outra galáxia. O que sugeriu o extraterrestre no texto III?



resposta:
a) "desbotado".
b) O extraterrestre sugeriu que o menino do texto II se enchesse de esperança (mantivesse/tivesse/não perdesse a esperança).

origem:Cp2 -2006
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:A mensagem do texto III é otimista. Copie do poema apenas os versos que mostrem o motivo desse otimismo.



resposta:
"que a doença do planeta azul/ainda tem solução".

origem:Cp2 -2006
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:A fim de evitar repetição, o autor se utiliza no texto I de duas expressões de sentido semelhante para se referir aos habitantes do planeta azul. Transcreva essas duas expressões.



resposta:
"todo mundo" / "as pessoas".

origem:Cp2 -2006
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Ortografia

pergunta:Leia o trecho a seguir, retirado do texto III: "e por isso os seus olhos brilham como riachos."
O Pronome ISSO está substituindo uma informação que já apareceu no poema. Qual é ela?



resposta:
O pronome está substituindo a informação de que os habitantes da outra galáxia não mentem (não são mentirosos).

origem:Cp2 -2006
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Ortografia

pergunta:Observe os trechos a seguir, retirados do texto II.
a) "num planeta AZUL feito a cauda de um cometa"
b) "o AZUL está ficando desbotado"
Escreva a classe gramatical das palavras destacadas.



resposta:
a) adjetivo.
b) substantivo.

origem:Cp2 -2006
tópico:
Redacao

sub-grupo:Narração

pergunta:Coloque-se no lugar do menino do texto II. Imagine que você entrou em contato com o habitante de outra galáxia do texto III, mas descobriu que ele é, na verdade, um garoto como você, morador da Terra, só que vivendo no ano 3000.
Conte-nos como os terráqueos evitaram que o planeta azul continuasse a desbotar e como conseguiram transformá-lo num mundo que cheira a jasmim, sem fome e sem guerra.



resposta:
Narração ou dissertação

origem:Cp2 -2006
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Leia atentamente o trecho destacado do texto.

"Sempre foi duro vencer o espírito de rebanho, mas esse conflito se tornou esquizofrênico: de um lado precisamos ser como todo mundo, é importante adequar-se, ter seu grupo; de outro lado é necessário preservar uma identidade e até impor-se, às vezes transgredir, para sobreviver."

Pode-se resumir o conflito citado acima em duas palavras: adequação e transgressão. Em outras passagens do texto, há expressões que podem ser associadas a cada um desses lados conflitantes. Relacione-os e numere os parênteses, obedecendo ao seguinte código: 1 - Adequação; 2 - Transgressão. A seguir, assinale a opção com a seqüência correta:
( ) "cabides de idéias alheias"
( ) "pontos de criatividade"
( ) "pensamento independente"
( ) "modelos generalizantes"
( ) "espírito de rebanho"
( ) "explosões de pensamento"

a) 2 - 1 - 1 - 2 - 2 - 1
b) 2 - 1 - 2 - 1 - 1 - 2
c) 1 - 2 - 1 - 2 - 1 - 1
d) 1 - 2 - 2 - 1 - 1 - 2
e) 1 - 2 - 1 - 2 - 1 - 2



resposta:
[D]

origem:Cp2 -2006
tópico:
Literatura

sub-grupo:Contemporânea

pergunta:No 7¡. parágrafo do texto, Lya Luft afirma que há uma "vasta confraria da mediocridade, que cultua o mais fácil, o mais divertido, o que todo mundo pensa ou faz."
Observe o cartum de Babette Harper e indique os elementos não-verbais que nele representam possíveis membros dessa "confraria da mediocridade".


resposta:
Esses elementos são: o sorriso, o olhar, a forma das circunferências/figuras que sorriem.

origem:Cp2 -2006
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:
No cartum, há uma crítica a um tipo de sociedade que ignora as diferenças, levando à exclusão de todos os que não se encaixam em modelos pré-estabelecidos.
Que verso do texto, por ser uma justificativa para essa crítica, serve como título para o cartum?


resposta:
"Ninguém é igual a ninguém"

origem:Cp2 -2006
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Ortografia

pergunta:No 5¡. parágrafo do texto, Lya Luft defende a idéia de que devemos buscar nossa identidade. Que expressão, formada por substantivo mais adjetivo, utilizada no parágrafo seguinte, retoma essa idéia ao mesmo tempo em que transmite uma opinião da cronista?



resposta:
A expressão é "Dura empreitada".

origem:Cp2 -2006
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:Leia os versos a seguir, retirados do texto.

"Todas as guerras do mundo são iguais.
Todas as fomes são iguais.
Todos os amores, iguais iguais iguais."

a) No verso "Todos os amores, iguais iguais iguais", o uso da vírgula serviu para substituir um termo já utilizado anteriormente. Reescreva o verso, trocando a vírgula pela palavra substituída.
b) A repetição da palavra "iguais" em um só verso é empregada para intensificar uma idéia. Copie, da 2 estrofe, um verso em que apareça outro processo de intensificação.



resposta:
a) Todos os amores são iguais iguais iguais.
b) "A morte é igualíssima".

 


Próxima Página »

Página 1 de 4