Banco de dados de questões do vestibular Fuvest
questões de vestibulares
|
 

Questões Fuvest

REF. Pergunta/Resposta
origem:Fuvest1994
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:O Ministério da Fazenda descobriu uma nova esperteza no Instituto de Resseguros do Brasil. O Instituto alardeou um lucro no primeiro semestre de 3,1 bilhões de cruzeiros, que esconde na verdade um prejuízo de 2bi. Brasil, Cuba e Costa Rica são os três únicos países cujas empresas de resseguro são estatais.
("Veja", 1/9/93, pág. 31)

Conclui-se do texto que seu autor:
a) acredita que a esperteza do Instituto de Resseguros gerou lucro e não prejuízo.
b) dá como certo que o prejuízo do Instituto é maior do que o lucro alardeado.
c) julga que o Instituto de Resseguros agiu de boa fé.
d) dá a entender que é contrário ao fato de o Instituto de Resseguros ser estatal.
e) tem informação de que em Cuba e na Costa Rica os institutos de resseguros camuflam seus prejuízos.



resposta:
[D]

origem:Fuvest1994
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:A tese que o autor defende é a de que, em futebol,
a) o planejamento tático está sujeito à interferência do acaso.
b) a lógica rege as jogadas.
c) a inteligência dos jogadores é que decide o jogo.
d) os momentos iniciais decidem como será o jogo.
e) a dinâmica do jogo depende do planejamento que o técnico faz.



resposta:
[A]

origem:Fuvest1994
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:No texto, a comparação do campo com um quadro negro aponta:
a) o pessimismo do tático em relação ao futuro do jogo.
b) um recurso utilizado no vestiário.
c) a visão de jogo como movimento contínuo.
d) o recurso didático preferido pelo técnico Tim.
e) um meio de pensar o jogo como algo previsível.



resposta:
[E]

origem:Fuvest1994
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Vocabulário

pergunta:As expressões que retomam, no texto, o segmento "o melhor momento do futebol" são:
a) os times ficam perfilados - aí.
b) é quando - então.
c) aí - os jogadores se movimentam.
d) o tático pode olhar o campo - aí.
e) é quando - começa o jogo.



resposta:
[B]

origem:Fuvest1994
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Ortografia

pergunta:Em "... cada jogador com as mãos nas costas e mais ou menos no lugar que lhes foi designado no esquema - e parados", o autor usa o plural em "lhes" e "parados" porque:
a) ambas as palavras referem-se a "lugar", que está aí por "lugares" (um para cada um).
b) associou "lhes" a "mãos" e "parados" a "times".
c) antecipou a concordância com "os jogadores se movimentam".
d) estabeleceu relação de concordância entre "lhes" e "mãos" e entre "parados" e "jogadores".
e) fez "lhes" concordar com o plural implícito em cada jogador (considerados todos um a um) e "parados", com "os times".



resposta:
[E]

origem:Fuvest1994
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:"Foi um técnico de sucesso mas nunca conseguiu uma reputação no campo à altura da sua reputação de vestiário."

Começando a frase por
"Nunca conseguiu uma reputação no campo à altura da sua reputação de vestiário", para manter a mesma relação lógica expressa na frase dada inicialmente deve-se continuar com:

a) enquanto foi...
b) na medida em que era...
c) ainda que tenha sido...
d) desde que fosse...
e) porquanto era...



resposta:
[C]

origem:Fuvest1994
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:A intervenção direta do narrador no texto cumpre a função de
a) distanciar o leitor da articulação da história, evitando identificação emocional com as personagens.
b) despertar a atenção do leitor para a estrutura da obra, convidando-o a participar da organização da narrativa.
c) levar o leitor a refletir sobre as narrativas tradicionais, cuja seqüência lógico-temporal é complexa.
d) sintetizar a seqüência dos episódios, para explicar a trama da narração.
e) confundir o leitor, provocando incompreensão da seqüência narrativa.



resposta:
[B]

origem:Fuvest1994
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Conjugação

pergunta:Em "Se aceitas a comparação, distinguirás...", se a forma "aceitas" for substituída por aceitasses, a forma "distinguirás" deverá ser alterada para
a) vais distinguir.
b) distinguindo.
c) distingues.
d) distinguirias.
e) terás distinguido.



resposta:
[D]

origem:Fuvest1994
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:"Será que eu enriqueceria este relato se usasse alguns difíceis termos técnicos? Mas aí que está: esta história não tem nenhuma técnica, nem de estilo, ela é ao deus-dará. Eu que também não mancharia por nada deste mundo com palavras brilhantes e falsas uma vida parca como a da datilógrafa."
(CLARICE LISPECTOR, "A Hora da Estrela")

Em "A Hora da Estrela", o narrador questiona-se quanto ao modo e, até, à possibilidade de narrar a história. De acordo com o trecho acima, isso deriva do fato de ser ele um narrador
a) iniciante, que não domina as técnicas necessárias ao relato literário.
b) pós-moderno, para quem as preocupações de estilo são ultrapassadas.
c) impessoal, que aspira a um grau de objetividade máxima no relato.
d) objetivista, que se preocupa apenas com a precisão técnica do relato.
e) autocrítico, que percebe a inadequação de um estilo sofisticado para narrar a vida popular.



resposta:
[E]

origem:Fuvest1994
tópico:
Literatura

sub-grupo:Realismo/Naturalismo/Parnasianismo

pergunta:Ao criticar "O Primo Basílio", Machado de Assis afirmou: "(...) a Luísa é um caráter negativo, e no meio da ação ideada pelo autor, é antes um títere que uma pessoa moral."
Títere é um boneco mecânico, acionado por cordéis controlados por um manipulador. Nesse sentido, as personagens que, principalmente, manipulam Luísa, determinando-lhe o modo de agir, são:
a) Basílio e Juliana.
b) Jorge e Justina.
c) Jorge, Conselheiro Acácio e Juliana.
d) Basílio, Leopoldina e Conselheiro Acácio.
e) Jorge e Leopoldina.



resposta:
[A]

origem:Fuvest1994
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:Em determinada época, o romance brasileiro "procurou (...) enraizar fortemente as suas histórias e os seus personagens em espaços e tempos bem circunscritos, extraindo de situações culturais típicas a sua visão do Brasil."
( Alfredo Bosi )

Esta afirmação aplica-se a
a) Vidas Secas e Fogo Morto.
b) Macunaíma e A Hora da Estrela.
c) A Hora da Estrela e Serafim Ponte Grande.
d) Fogo Morto e Serafim Ponte Grande.
e) Vidas Secas e Macunaíma.



resposta:
[A]

origem:Fuvest1994
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:O ÚLTIMO POEMA
Assim eu quereria o meu último poema
Que fosse terno dizendo as coisas mais simples
[ e menos intencionais
Que fosse ardente como um soluço sem lágrimas
Que tivesse a beleza das flores quase sem perfume
A pureza da chama em que se consomem os
[ diamantes mais límpidos
A paixão dos suicidas que se matam sem
[ explicação.
(MANUEL BANDEIRA, 'Libertinagem')

Neste texto, ao indicar as qualidades que deseja para o "último poema", o poeta retoma dois temas centrais de sua poesia. Um deles é a valorização da simplicidade; o outro é:
a) a verificação da inutilidade da poesia diante da morte.
b) a coincidência da morte com o máximo de intensidade vital.
c) a capacidade, própria da poesia, de eliminar a dor.
d) a autodestruição da poesia em um meio hostil à arte.
e) a aspiração a uma poesia pura e lapidar, afastada da vida.



resposta:
[B]

 


Próxima Página »

Página 1 de 53