Banco de dados de questões do vestibular Ita
questões de vestibulares
|
 

Questões Ita

REF. Pergunta/Resposta
origem:Ita1995
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Ortografia

pergunta:a) 'Escondido' (v. 2) pode ser substituído por 'olvidado', embora modifique o sentido.
b) 'Fidelíssimo' (v. 14) tem o mesmo radical de 'fidelidade' e de 'fidedígno'.
c) 'Piscina' (v. 17) tem o mesmo radical de 'piscicultura'.
d) 'Bem' (v. 27) tem valor de superlativo.
e) O texto não foi transcrito em obediência à ortografia vigente.



resposta:
[D]

origem:Ita1995
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Vocabulário

pergunta:a) 'dos rios' (v.3) é sinônimo de 'pluvial'.
b) 'difícil' (v.27) em relação a 'oceano' (v.27) pode ser substituído por 'impossível', ainda que o sentido seja alterado.
c) O antônimo de 'incríveis' (v.25) é 'críveis'.
d) 'Incredibilíssimos' dá idéia superlativa de 'incríveis' (v.25).
e) 'tanto' e 'tanta' (v.27) estão com valor de 'tamanho' e 'tamanha'.



resposta:
[A]

origem:Ita1995
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Ortografia

pergunta:a) 'fidelíssima'(v.14) é superlativo sintético, seu equivalente analítico é 'muito fiéis'.
b) 'elétricos'(v.17) está se referindo aos dois substantivos antecedentes, teria o mesmo efeito se usado no singular.
c) 'inenarráveis'(v.25) significa, originalmente, 'o que não pode ser narrado', pode ser substituído aqui por 'fantástico'.
d) 'difícil', (v.27) a idéia de superlativo pode ser dada pelo sufixo '-imo', na linguagem erudita, ou pela repetição ('difícil, difícil'), na linguagem coloquial.
e) 'sem igual'(v.21) não tem o mesmo valor semântico de 'ímpar'.



resposta:
[E]

origem:Ita1995
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:a) Geograficamente se denomina uma região com a água dos rios no meio (v.3) de 'mesopotâmica'.
b) 'E nossas virtudes?' (v.24) não tem sentido de indagação apenas.
c) Quando o Autor afirma 'Precisamos adorar' (v.26), ele não quer dizer que não o fazemos, só que o fazemos erradamente; isto se comprova com a afirmação 'terríveis carinhos'.
d) A proposta de educação para o Brasil (segunda estrofe) traz desnacionalização.
e) A Nação rejeita seus componentes (última estrofe).



resposta:
[A]

origem:Ita1995
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:a) Não são propriamente as japonesas (v.15) que são reticentes e sim o julgamento que sobre elas se faz.
b) O poema não parece confirmar a lenda das amazonas (v.25).
c) A carência brasileira não é só de bem-estar físico.
d) Nesse Hino os versos são brancos.
e) Através de 'Precisamos' (no início de quase todas as estrofes) são introduzidos verbos que, no decorrer do poema, vão num crescendo cujo clímax está na estrofe final.



resposta:
[E]

origem:Ita1995
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:a) Esse hino não tem o tom épico do Hino Nacional brasileiro.
b) Nesse hino predomina a função conativa (ou imperativa), ele é normativo.
c) O hino de Drummond é tão ufanista quanto o Hino Nacional brasileiro.
d) Diferentemente do Hino Nacional brasileiro, este não tem estribilho.
e) O ritmo também marca distância entre o Hino Nacional do Brasil e o de Drummond.



resposta:
[C]

origem:Ita1995
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:a) 'espectros' (v.3) tem o sentido de 'fantasma', de irrealidade: caberia aqui como sinônimo de 'esquálidos, esqueléticos'.
b) 'flores' (v.2) - o Autor encontra certo encantamento na vida dos pobres.
c) Na estrofe 1 a ordem é direta: primeiro o sujeito, depois o predicado.
d) Na estrofe 2 os adjetivos substantivos, 'rotos' e 'miseráveis', são o sujeito.
e) 'Procurando o céu' (v.11) é uma oração subordinada adverbial, em referência a 'aflitos' (v.11).



resposta:
[B]

origem:Ita1995
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:a) O tema poderia ser tomado pelo Realismo.
b) Para pertencer ao Naturalismo há comiseração demais no poema.
c) Para ser de Castro Alves falta arrebatamento, revolta.
d) A religiosidade ('procurando o céu' - v.11) condiz mais com o Modernismo que com o Simbolismo.
e) O título "Litania" (ladainha) revela o lado místico.



resposta:
[D]

origem:Ita1995
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:a) 'de gritos' (v.12) se liga sintaticamente a varando (v.12) e não a céu (v.12).
b) 'de gritos' (v.12) é adjunto adnominal.
c) Os adjetivos do verso 6 concordam com 'furnas' (v.5) mas são qualificativos indiretos de os 'miseráveis' (v.1).
d) 'varando' (v.12) tem a mesma classificação sintática que 'procurando' (v.11)
e) 'As sombras das sombras' (v.9) é um exagero poético, uma hipérbole.



resposta:
[B]

origem:Ita1995
tópico:
Estilo

sub-grupo:Figuras de linguagem

pergunta:a) Na terceira estrofe há elipse do sujeito.
b) A quinta estrofe só se estende como havendo elipse do sujeito e do verbo.
c) 'A tatear' (v.10) tem valor de 'que tateiam', é oração adjetiva.
d) A vírgula após 'cegos' (v.10) é dispensável.
e) 'de' (v.12) indica posse.



resposta:
[E]

origem:Ita1995
tópico:
Literatura

sub-grupo:Realismo/Naturalismo/Parnasianismo

pergunta:Assinale a alternativa em que se completa erradamente a seguinte proposição: Do romance O CORTIÇO pode-se dizer que:
a) é um romance urbano.
b) o Autor admite a influência do meio no comportamento do indivíduo.
c) alcança a época da escravidão.
d) Romão é tudo, menos um ingrato.
e) o protagonista não se contenta com a ascensão econômica, quer a social também.



resposta:
[D]

origem:Ita1995
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:Indique a alternativa em que há erro quanto ao proposto:

'A literatura brasileira tem assunto que se repete em obras diversas':

a) Vida na cidade: 'Casa de Pensão' e 'Senhora'.
b) Ciclo da cana-de-açúcar: 'Usina' e 'Bangüê'.
c) Vida ligada ao cacau: 'Sagarana' e 'A Bagaceira'.
d) Problemática social: 'Os Sertões' e 'Canaã'.
e) O herói picaresco: 'Memórias de um Sargento de Milícias' e 'O Grande Mentecapto'.



resposta:
[C]

 


Próxima Página »

Página 1 de 23