Banco de dados de questões do vestibular Uem
questões de vestibulares
|
 

Questões Uem

REF. Pergunta/Resposta
origem:Uem2004
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:A leitura do 1¡. parágrafo permite entender que:

01) o autor critica um outro texto, publicado no mesmo jornal, em 11 de fevereiro.
02) a discussão sobre a biotecnologia demonstra interesses favoráveis e contrários à ciência.
04) o artigo a que se refere o autor do texto afirma que a biotecnologia é de interesse de uma única empresa.
08) a discussão sobre a biotecnologia é ampla e diversificada.
16) os segmentos da sociedade citados pelo autor do texto estão demonstrando tendências particulares quanto ao não-reconhecimento da biotecnologia na agricultura brasileira.
32) os autores do artigo a que se refere Rick Greubel participam do debate sobre a biotecnologia de maneira tendenciosa, sem se aterem a uma tendência ideológica.
64) a discussão feita no artigo de João Pedro Stedile e Jean Marc von der Weid ressalta idéias pré-concebidas e preconceituosas sobre a biotecnologia.



resposta:
79

origem:Uem2004
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Para defender o emprego da biotecnologia na agricultura brasileira, o autor do texto:

01) apresenta argumentos de renomada figura brasileira.
02) lista uma série de países que se preocupam em conhecer os efeitos dessa ciência, no homem.
04) transcreve as idéias sobre o tema de um cientista de Missouri.
08) argumenta referindo-se ao uso dessa ciência nas pequenas propriedades de países do terceiro mundo.
16) destaca pesquisas realizadas pela empresa em que trabalha, a Monsanto.
32) ignora a participação asiática nos estudos do desenvolvimento científico.
64) critica o agricultor brasileiro por não querer usar essa ciência.



resposta:
27

origem:Uem2004
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:Na língua portuguesa, existem dois tipos de concordância: a verbal e a nominal. Sobre a concordância do(s) verbo(s) e do(s) nome(s) destacado(s), assinale a(s) alternativa(s) cuja justificativa que o(s) acompanha esteja adequada.

01) Em "...a segurança alimentar dos produtos transgênicos hoje COMERCIALIZADOS em diversos países." (2¡. parágrafo), o particípio, forma nominal do verbo comercializar, concorda com países, masculino plural.
02) Em "O emérito jurista, professor e doutor Miguel Reale, quando ABORDA o tema do paradigma FUNDAMENTAL..." (4¡. parágrafo), o verbo encontra-se na terceira pessoa do singular porque concorda com o sujeito "tema" e o adjetivo está no singular porque concorda com o mesmo sujeito.
04) Em "... e não lastreadas em hipóteses, interpretações tendenciosas, princípios ou precauções IDEOLÓGICOS." (1¡. parágrafo), o adjetivo destacado encontra-se no masculino plural porque concorda com um conjunto de nomes, dentre os quais, encontra-se um no masculino.
08) Em "Nunca HOUVE nenhum efeito NOCIVO..." (8¡. parágrafo), o verbo encontra-se na terceira pessoa do singular por se tratar de verbo impessoal e o adjetivo, também no singular, por concordar com o substantivo efeito.
16) No 8¡. parágrafo, o artigo "a", cujo antecedente é "Monsanto", em "... dA Monsanto, ...", encontra-se no feminino singular porque o autor do texto fez uma concordância ideológica com o substantivo feminino "empresa".
32) Em "O que ESTÁ em questão hoje É a aplicação..." (10¡. parágrafo), a primeira forma verbal destacada encontra-se na terceira pessoa do singular porque concorda com o "que", pronome relativo com função de sujeito, e a segunda está, também, na terceira pessoa do singular por concordar com o sujeito "a aplicação".



resposta:
60

origem:Uem2004
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:Os pronomes relativos são recursos lingüísticos, dentre outros, de que se vale o autor do texto para referir-se a um termo antecedente; além de terem uma função dentro da oração que iniciam, introduzem, no período, uma oração adjetiva. Sobre os pronomes relativos, assinale o que for adequado.

01) O pronome relativo "que" refere-se, respectivamente, a "tema", em "A biotecnologia é um tema que está acima dos interesses..." (1¡. parágrafo), e a "debate", em "A biotecnologia é uma ciência que tem sido desenvolvida..." (3¡. parágrafo).
02) Em "... ao contrário do que dá a entender o artigo de João Pedro Stedile e Jean Marc von der Weid..." (1¡. parágrafo), o pronome relativo "que" resgata o "do", que equivale a "daquilo", iniciando uma oração adjetiva restritiva, assim como em "Ao contrário do que a percepção nos leva a pensar..." (9¡. parágrafo).
04) No 6¡. parágrafo, em "... produtos desenvolvidos pela biotecnologia, como o arroz dourado, que contém mais betacaroteno...", o pronome relativo "que" inicia uma oração adjetiva explicativa, marcada pelas vírgulas, ao mesmo tempo em que resgata "o arroz dourado".
08) Nas orações "...todas as nações onde a biotecnologia já é uma realidade..." (6¡. parágrafo) e "...da Argentina e dos Estados Unidos, onde quase a totalidade..." (9¡. parágrafo), o pronome relativo "onde" mantém a mesma função sintática (adjunto adverbial), apesar de existir, na segunda oração, uma vírgula antecedendo esse pronome.
16) O pronome relativo "que", em "...toda a cadeia agrícola produtiva, que necessita de melhoramentos contínuos..." (3¡. parágrafo), pode ser substituído por "onde", visto que ambos têm o mesmo valor semântico de lugar.
32) Em "É natural que, em tal conjuntura, haja assombro..." (5¡. parágrafo), o "que", embora tenha como antecedente o nome "natural", não é um pronome relativo.



resposta:
46

origem:Uem2004
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:A maneira como os verbos e os nomes se articulam com seus complementos, nas orações, denomina-se regência. Sobre a regência dos verbos e dos nomes destacados, assinale o que for adequado.

01) Em "... NECESSITA de melhoramentos..." e em "... a conseqüente NECESSIDADE de alimentos..." (3¡. parágrafo), há, respectivamente, um verbo transitivo indireto e um substantivo que requer um complemento nominal regido por preposição.
02) No 1¡. parágrafo, em "TRATA-SE de um debate...", a forma verbal destacada é um verbo de ligação.
04) No 4¡. parágrafo, em "... como ACONTECEU com Copérnico...", a forma verbal destacada é um verbo transitivo direto.
08) Em "... FICARMOS ATRELADOS a uma estagnação..." (6¡. parágrafo), estão destacados um verbo transitivo direto e seu objeto, que é um nome que não rege preposição.
16) No 5¡. parágrafo, em "... porquanto É PRÓPRIO da ciência...", estão destacados um verbo de ligação e seu predicativo, que é um nome que rege um complemento com preposição.
32) No 5¡. parágrafo, em "... TIRAR proveito DAS DESCOBERTAS...", estão destacados um verbo transitivo direto e um complemento nominal, regido de preposição pelo antecedente, o substantivo "proveito".



resposta:
49

origem:Uem2004
tópico:
Gramatica

sub-grupo:Vocabulário

pergunta:Assinale a(s) alternativa(s) cuja(s) palavra(s) destacada(s) tenha(m) sentido correspondente ao da(s) palavra(s) posposta(s) ao travessão, de acordo com o texto.

01) "...e as decisões, tomadas com base em fatos, evidências científicas comprovadas, e não LASTREADAS em hipóteses..." (1¡. parágrafo) - descartadas.
02) "É natural que, em tal CONJUNTURA, haja assombros e protestos..." (5¡. parágrafo) - situação.
04) "...sob o risco de, em não o fazendo, ficarmos ATRELADOS a uma ESTAGNAÇÃO no ciclo evolutivo..." (6¡. parágrafo) - presos; paralisação.
08) "...a aplicação de uma ferramenta tecnológica ADICIONAL..." (10¡. parágrafo) - complementar.
16) "Nunca houve nenhum efeito NOCIVO à saúde..." (8¡. parágrafo) - prejudicial.
32) "Ao contrário do que a PERCEPÇÃO nos leva a pensar..." (9¡. parágrafo) - compreensão.



resposta:
62

origem:Uem2004
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:Sobre os sinais de pontuação empregados no texto de Rick Greubel, assinale o que for adequado.

01) No 1¡. parágrafo, as vírgulas se justificam por, em todos os seus registros, estarem introduzindo expressões explicativas.
02) No 2¡. parágrafo, em "Nesse aspecto, centenas de cientistas e acadêmicos de todo o mundo, incluindo aqueles ligados a entidades respeitadas, como a Comissão Científica do Parlamento da União Européia, (...) a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) ...", as vírgulas são utilizadas para, primeiramente, separar um adjunto adverbial deslocado para o início do período e, após, para separar termos de uma enumeração, constituída de nomes referentes a "entidades respeitadas".
04) No 4¡. parágrafo, em "O emérito jurista, professor e doutor Miguel Reale, quando...", as vírgulas separam um aposto.
08) No 4¡. parágrafo, o autor emprega reticências (...) em "ao estabelecer a regra de evolução dos organismos vivos...", para expressar idéia de continuação, com outros possíveis exemplos.
16) Em "Aliás, a 'moratória', agora contestada pela Comissão do Parlamento Europeu, aos produtos geneticamente modificados ..." (9¡. parágrafo), as vírgulas separam, primeiramente, uma expressão explicativa; após, a vírgula introduz uma oração explicativa referente ao termo antecedente "a moratória".
32) O travessão, em "... aos produtos geneticamente modificados se aplica apenas aos novos produtos - aqueles aprovados até 1998 estão liberados ..." (9¡. parágrafo), introduz duas orações com sentido causal.
64) No 9¡. parágrafo, os parênteses, em "(comenta-se que seria mais da metade de seu consumo)", têm a função de destacar uma oração de caráter explicativo-intercalativo, em situação de aparte.



resposta:
92

origem:Uem2004
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:Na língua portuguesa, há palavras que recebem acento gráfico, obedecendo a regras da variedade escrita padrão-culta. Assinale a(s) alternativa(s) que adequadamente justifica(m) o acento gráfico das palavras destacadas.

01) "contrário", "vários", "evidências" e "princípios" (1¡. parágrafo), assim como "Ciências" (2¡. parágrafo) e "contínuos" (3¡. parágrafo), são algumas das palavras paroxítonas do texto que levam acento gráfico por terminarem em ditongo crescente, seguido ou não de "s".
02) "hipóteses" e "ideológicos" (1¡. parágrafo), tal qual "países" (2¡. parágrafo), "emérito" (4¡. parágrafo), "benefícios" (6¡. parágrafo) e tecnológica (10¡. parágrafo), são algumas das palavras do texto que, por serem proparoxítonas, levam acento gráfico.
04) O acento gráfico em "Saúde" (2¡. parágrafo) e em "idéia" (4¡. parágrafo) marca, em ambos os vocábulos, o hiato.
08) Em "Aliás" (9¡. parágrafo) e "está" (10¡. parágrafo), o acento gráfico justifica-se porque ambas as palavras são oxítonas terminadas em "a", seguidas ou não de "s".
16) "possível" (5¡. parágrafo) assim como "moratória" (9¡. parágrafo) são palavras paroxítonas cujos acentos gráficos se justificam, respectivamente, por terminarem em "l" e em ditongo crescente.
32) "têm" (2¡. parágrafo) e "vêm" (8¡. parágrafo) levam acento gráfico para marcarem a terceira pessoa do plural dos verbos "ter" e "vir", respectivamente.



resposta:
57

origem:Uem2004
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:A leitura do texto permite entender que:

01) a biotecnologia oferece à agricultura novos rumos de desenvolvimento.
02) cabe ao agricultor brasileiro a escolha pelo plantio de sementes e de produtos geneticamente modificados.
04) a biotecnologia, para o Brasil, merece o apreço na manutenção de seu papel agrícola no mundo.
08) os avanços tecnológicos implantados pela biotecnologia trazem insegurança à população.
16) o Brasil se recusa a abrir mão dos avanços tecnológicos proporcionados pela biotecnologia.
32) o Brasil, ao usufruir dos benefícios tecnológicos, atrela-se à inércia no ciclo evolutivo mundial.
64) os riscos do uso da biotecnologia num país como o Brasil é um determinante do aumento de produtividade e de rentabilidade na agricultura.



resposta:
15

origem:Uem2004
tópico:
Gramatica

sub-grupo:

pergunta:Sobre os registros lingüísticos do texto, assinale o que for adequado.

01) "O emérito jurista", no 4¡. parágrafo, trata-se de uma figura de linguagem que deprecia e ofende Miguel Reale.
02) No 8¡. parágrafo, o autor usa o acento grave indicador de crase em "...nocivo à saúde" porque "a saúde" trata-se de um complemento do nome "nocivo", ao qual se liga pela preposição "a", tal qual "ao meio ambiente" associa à preposição "a" o artigo masculino "o".
04) O autor, no 1¡. parágrafo, emprega "neste", em "neste espaço", porque se refere ao espaço - coluna do jornal - que está próximo dele, o autor da mensagem; enquanto emprega "nesse", em "Nesse aspecto,..." (2¡. parágrafo), porque se refere ao que disse anteriormente.
08) No 6¡. parágrafo, a forma verbal "contém" encontra-se na terceira pessoa do singular, por isso tem acento agudo, concordando com o pronome relativo "que", seu sujeito, cujo antecedente é "o arroz dourado".
16) No 7¡. parágrafo, em "...oferecendo-lhes", "lhes" é um pronome oblíquo, cuja função, na oração, é a de objeto indireto.
32) No 9¡. parágrafo, "transgênica" tem a função de adjunto adnominal na oração "...onde quase a totalidade da soja plantada é transgênica".



resposta:
30

origem:Uem2004
tópico:
Fonetica

sub-grupo:

pergunta:Sobre os fonemas vocálicos da língua portuguesa, expressos por letras na grafia da norma padrão-culta, assinale a(s) alternativa(s) adequada(s).

01) Em "biotEcnologia", a letra destacada corresponde ao fonema /e/, assim como a letra destacada em "genÉticos".
02) Em "contrário", "próprio", "Índia" e "ciência", as vogais finais dos vocábulos representam, na escrita, os ditongos crescentes /yo/, nos dois primeiros, e /ya/, nos dois últimos.
04) Em "dOUtor", "lavOUra", "pAUlatinamente" e "AUmento", as letras destacadas nos dois primeiros vocábulos correspondem aos fonemas /ow/ e, nas duas últimas, aos fonemas /aw/, que, segundo a regra da gramática da língua, denominam-se ditongos decrescentes.
08) Encontram-se fonemas vocálicos nasais em "simples", "medo", têm", "fazendo", "noturna", "humanidade".
16) Em "cegUeira", "peqUenos" e "qUestão", as letras destacadas correspondem ao fonema /u/.



resposta:
06

origem:Uem2004
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:No texto de Rick Greubel, há mecanismos que auxiliam a progressão do tema: os mecanismos coesivos, os quais retomam termos ou passagens, bem como remetem a outros do texto ou do contexto. Sobre os mecanismos de coesão, assinale o que for adequado.

01) No 1¡. parágrafo, "Folha" remete ao jornal "Folha de S.Paulo", veículo em que foi publicado o texto do autor e o artigo de João Pedro Stedile e Jean Marc von der Weid.
02) No 1¡. parágrafo, "Trata-se" retoma o tema a biotecnologia.
04) No 3¡. parágrafo, o "que", pronome relativo, retoma "toda a cadeia agrícola produtiva" em "... beneficiando centenas e milhares de pequenos e grandes agricultores, multiplicadores de sementes, exportadores e toda a cadeia agrícola produtiva, que necessita de melhoramentos contínuos ..."
08) No 5¡. parágrafo, "tal conjuntura" retoma o que se expôs nos três parágrafos anteriores, assim como "Dessa forma" (6¡. parágrafo) o faz em relação aos quatro parágrafos anteriores.
16) No 6¡. parágrafo, o "o", em "não o fazendo", retoma "...adotadas as medidas de segurança apropriadas, como têm feito todas as nações onde a biotecnologia já é uma realidade..."
32) No 10¡. parágrafo, "uma ferramenta tecnológica adicional" retoma "proteína animal" (9¡. parágrafo)



resposta:
13

 


Próxima Página »

Página 1 de 2