Banco de dados de questões do vestibular Ufrs
questões de vestibulares
|
 

Questões Ufrs

REF. Pergunta/Resposta
origem:Ufrs1996
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Considere as seguintes afirmações.

I - Para o narrador, os suicidas não explicam as razões de sua atitude porque cometem o ato impensadamente.
II - Segundo o narrador, é louvável que o suicida justifique seu ato porque a vida não é uma diversão, mas sim uma coisa séria.
III - A divulgação dos escritos do suicida possibilita que sua memória permaneça viva por algum tempo.

Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e II.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.



resposta:
[D]

origem:Ufrs1996
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Considere as seguintes afirmações.

I - O narrador é um suicida que, mesmo reconhecendo a necessidade de explicar sua morte, deixa escrito apenas seu testamento.
II - O narrador teme, inicialmente, deixar escritos os motivos de seu suicídio porque acredita que isto pode causar problemas aos seus herdeiros.
III - O narrador confessa que o segundo escrito ele o deixa apenas para explicar seu testamento, e não para outros efeitos.

Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e III.
e) I, II e III.



resposta:
[C]

origem:Ufrs1996
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:É possível afirmar que o narrador
a) suicida-se por ter sido um caipora ao longo de sua vida.
b) desiste do suicídio depois de escrever seu testamento e autobiografia.
c) quer ser enterrado com seus sapatos e botas.
d) atribui a responsabilidade por seu suicídio aos seus credores.
e) escreve uma autobiografia para justificar o conteúdo do seu testamento.



resposta:
[E]

origem:Ufrs1996
tópico:
Literatura

sub-grupo:Pré-modernismo

pergunta:Considere as seguintes afirmações sobre OS SERTÕES, de Euclides da Cunha.

I - Nas duas primeiras partes do livro, o autor descreve, respectivamente, o homem e o meio ambiente que constituíam o sertão baiano, valendo-se, para tanto, das teorias científicas desenvolvidas na época.
II - Ao descrever os sertanejos, o autor idealiza suas qualidades morais e físicas e conclui que seu heroísmo era resultado da fé nos ensinamentos religiosos do líder Antônio Conselheiro.
III - O autor descreve, na terceira parte do livro, as várias etapas da guerra de Canudos e denuncia o massacre dos sertanejos pelas tropas do exército brasileiro, revelando a miséria e subdesenvolvimento da região.

Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e III.
e) I, II e III.



resposta:
[D]

origem:Ufrs1996
tópico:
Literatura

sub-grupo:Realismo/Naturalismo/Parnasianismo

pergunta:Os parnasianos, na virada do século, notabilizaram-se por
a) elaborarem poemas de métrica rigorosa nos quais a impessoalidade do sujeito lírico permitia a perspectiva filosofante e a visada descritiva.
b) denunciarem o autoritarismo da República Velha e as más condições de vida da maioria da população dá cidade do Rio de Janeiro.
c) revelarem perícia na elaboração de poemas de quatro a seis versos cujos temas principais eram o amor não correspondido e as características da natureza nacional.
d) escreverem longos poemas narrativos em verso livre misturando mitos greco-latinos e o cotidiano das modernas metrópoles.
e) recusarem-se a participar da vida política no início da República e por retomarem a lírica religiosa de tradição renascentista e barroca.



resposta:
[A]

origem:Ufrs1996
tópico:
Literatura

sub-grupo:Pré-modernismo

pergunta:Assinale a alternativa INCORRETA sobre Simões Lopes Neto.
a) Em CONTOS GAUCHESCOS, o autor cria o narrador Blau Nunes, um vaqueano que conta histórias vivenciadas por ele próprio na campanha do Rio Grande do Sul.
b) Em contos como TREZENTAS ONÇAS, o narrador aponta a lealdade e a honestidade como valores fundamentais para o gaúcho.
c) CANCIONEIRO GUASCA reúne canções de origem popular que se mantinham vivas na tradição oral.
d) O autor recria em sua obra a linguagem falada, utilizando termos gauchescos e lançando mão de comparações e imagens típicas do linguajar popular.
e) Os personagens de CONTOS GAUCHESCOS são construídos a partir de uma visão satírica e moralista dos habitantes da campanha gaúcha.



resposta:
[E]

origem:Ufrs1996
tópico:
Literatura

sub-grupo:Pré-modernismo

pergunta:Assinale a afirmação correta sobre Lima Barreto.
a) TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA narra a trajetória vitoriosa do Major Quaresma em sua luta pela implantação do tupi-guarani como língua oficial do Brasil.
b) RECORDAÇÕES DO ESCRIVÃO ISAÍAS CAMINHA apresenta um painel da vida cultural do Brasil revelando a rivalidade existente entre São Paulo e Rio de Janeiro.
c) Em CLARA DOS ANJOS, o autor retrata a vida nos subúrbios do Rio de Janeiro e mostra de forma idealizante as relações entre as classes sociais.
d) O conto O HOMEM QUE SABIA JAVANÊS narra, num tom satírico, os artifícios utilizados por um homem para tornar-se um falso professor de javanês.
e) A linguagem do autor segue a tradição beletrista do início do século e é, por isso, repleta de preciosismos e rigor sintático.



resposta:
[E]

origem:Ufrs1996
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:Sobre a poesia de Oswald de Andrade é correto afirmar que
a) refere a cidade de São Paulo mediante imagens crepusculares em longos poemas narrativos de verso livre.
b) refere o contraste entre o dinamismo da cidade de São Paulo e a sobrevivência de traços coloniais no Brasil.
c) retoma a tradição indianista para apresentar o índio que contesta a civilização ocidental por meio de ritos e feitiços.
d) lança mão de sonetos para refletir sobre a brevidade da vida, a transitoriedade do amor e a iminência da morte.
e) explora o tema da decadência econômica do patriarcalismo paulista ao recordar saudosamente seus antepassados.



resposta:
[B]

origem:Ufrs1996
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:Sobre MACUNAÍMA, de Mário de Andrade, é correto afirmar que
a) narra as aventuras de um personagem que percorre boa parte do território brasileiro para encontrar um animal de estimação.
b) expõe a trajetória de três irmãos que se unem para enfrentar Wenceslau Pietro Pietra, um aristocrata paulista inimigo das vanguardas modernistas.
c) narra as aventuras de um personagem malandro em busca de um amuleto que ele descobre estar sob os cuidados de Wenceslau Pietro Pietra.
d) relata as experiências de um herói sem nenhum caráter que, ao conviver com operários e camponeses, engaja-se em uma organização sindical.
e) relata uma série de lendas do folclore brasileiro para ilustrar a trajetória do herói da narrativa, um índio nascido no início da colonização do Brasil.



resposta:
[C]

origem:Ufrs1996
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:Considere as seguintes afirmações sobre O TEMPO E O VENTO, de Érico Veríssimo.

I - Personagens como Pedro Missioneiro e Capitão Rodrigo Cambará estão envolvidos em episódios inseridos, respectivamente, na Guerra Guaranítica e na Revolução Farroupilha, eventos históricos da formação do RS.
II - O narrador em terceira pessoa identifica-se com Floriano Cambará, intelectual de esquerda que se propõe a relatar a história de sua família lançando mão do humor e de experimentalismos modernistas.
III - Rodrigo Terra Cambará, corajoso e mulherengo como seu antepassado, percorre uma carreira política que o leva ao secretariado do governo estadual e depois à chefia de um ministério.

Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e II.
d) Apenas I e III.
e) I, II e III.



resposta:
[A]

origem:Ufrs1996
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:Aliando .......... ao estilo coloquial da poesia moderna, .......... inicia sua carreira com .........., mas logo passa a trabalhar com outras formas, inclusive poemas em prosa.
a) o tom crepuscular de inspiração simbolista - Carlos Nejar - SOMOS POUCOS, poema narrativo
b) a reflexão sobre a opressão política Mario Quintana - RUA DOS CATAVENTOS, livro de sonetos
c) o tom crepuscular de inspiração simbolista - Mario Quintana - SOMOS POUCOS, poema narrativo
d) a reflexão sobre a opressão política - Carlos Nejar - RUA DOS CATAVENTOS, livro de sonetos
e) o tom crepuscular de inspiração simbolista - Mario Quintana - RUA DOS CATAVENTOS, livro de sonetos



resposta:
[E]

origem:Ufrs1996
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:Considere as seguintes afirmações sobre a obra de Graciliano Ramos.

I - VIDAS SECAS retrata o drama de uma família de sertanejos na luta pela sobrevivência num mundo assolado pela seca e estruturado a partir de um modelo sócio-econômico injusto.
II - Em SÃO BERNARDO, o autor narra a trajetória de Paulo Honório, desde sua ascensão econômica e social até sua absoluta decadência, revelando o momento de transformações históricas nas décadas de 20 e 30 no Brasil.
III - INFÂNCIA é uma autobiografia na qual o autor conta, em tom nostálgico, os anos de prosperidade de sua família, abordando com carinho a figura paterna.

Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e II.
d) Apenas I e III.
e) I, II e III.



resposta:
[C]