Banco de dados de questões do vestibular Ufscar
questões de vestibulares
|
 

Questões Ufscar

REF. Pergunta/Resposta
origem:Ufscar2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:A leitura do texto permite afirmar que o autor
a) quis desqualificar as famílias não importantes, como a Silva.
b) pretendeu enaltecer a tradição de famílias importantes na história brasileira.
c) explicitou a submissão dos países da América do Sul aos da América do Norte.
d) propôs uma reflexão sobre diferenças sociais, sugeridas também pelos nomes de família.
e) enfatizou a importância de se melhorarem os Silva para entrarem na política.



resposta:
[D]

origem:Ufscar2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:No texto, a expressão "vermelhinho da silva" traduz a idéia de
a) intensidade.
b) carinho.
c) pequenez.
d) ironia.
e) desprezo.



resposta:
[A]

origem:Ufscar2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:O texto estrutura-se na oposição entre os Silva e as demais famílias. Essa relação revela-se em
a) "vai mal em política" e "há de subir na política".
b) "em todo lugar onde se trabalha" e "a gente de nossa família trabalha nas plantações de mate".
c) "vermelhinho da silva" e "sangue azul".
d) "vala comum da miséria" e "vala comum da glória".
e) "vermelho" e "vermelhinho da silva".



resposta:
[C]

origem:Ufscar2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:A oração "faz tudo", em destaque no texto, assume a função de
a) resumir e comentar informações anteriores.
b) retomar e sintetizar informações anteriores.
c) expandir e explicar informações anteriores.
d) explicar e comentar informações anteriores.
e) retomar e explicar informações anteriores.



resposta:
[B]

origem:Ufscar2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Pela leitura do poema, pode-se dizer que o poeta
a) recusa-se a aceitar os valores que a sociedade tenta inculcar-lhe.
b) encontra na morte a única solução para os problemas.
c) tenta tornar-se uma outra pessoa, para agradar a todos.
d) sente-se solitário e, por essa razão, almeja fazer parte da companhia.
e) aparta-se da sociedade, para desenvolver sua arte.



resposta:
[A]

origem:Ufscar2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:Os dois últimos versos do poema revelam
a) a conscientização do poeta em relação a seus problemas e à breve solução que lhes dará.
b) a irritação do poeta com aqueles que pretendem ajudá-lo em seus problemas.
c) a vontade do poeta de poder compartilhar da paz que outras pessoas sentem.
d) o desejo do poeta de manter-se afastado e isolado das pessoas.
e) a inquietude gerada na alma do poeta, em virtude da sua solidão.



resposta:
[D]

origem:Ufscar2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:A forma verbal "macem", destacada no poema, significa
a) desprezem.
b) importunem.
c) ofendam.
d) maltratem.
e) abandonem.



resposta:
[B]

origem:Ufscar2001
tópico:
Literatura

sub-grupo:Modernismo

pergunta:O eu-lírico pretende que as pessoas distanciem-se dele. Isso, em alguns momentos, é marcado pela forma exaltada de expressão, como se pode comprovar em
a) "Não: não quero nada,"
b) "A única conclusão é morrer"
c) "Queriam-me casado, fútil, quotidiano e tributável?'
d) "Que mal fiz eu aos deuses todos?"
e) "Vão para o diabo sem mim,"



resposta:
[E]

origem:Ufscar2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:A penúltima estrofe do poema permite considerar que o eu-lírico sente
a) uma saudade carinhosa da infância, pois em Lisboa ainda pode viver bons momentos.
b) uma mágoa de Lisboa, pois lá passou uma infância vazia e sem sentimentos.
c) um medo de revisitar Lisboa, pois a cidade nunca lhe proporcionou boas lembranças.
d) uma mágoa de sua cidade (Lisboa), pois ela tirou-lhe todos os bons sentimentos.
e) uma saudade melancólica da infância, pois trata-se de uma época remota e irrecuperável.



resposta:
[E]

origem:Ufscar2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:TECNOLOGIA

Hackers invadem a rede de computadores da Microsoft
27-out-2000.

Direção da maior empresa de softwares do mundo descobriram que invasores tiveram acesso aos códigos produzidos pela companhia e chamam o FBI para ajudar nas investigações.
(Veja online - "Notícias Diárias".)

No trecho reproduzido, incorre-se num erro gramatical, por conta
a) da concordância do verbo "descobriram"
b) do emprego de artigo em "aos códigos".
c) da apassivação do verbo "produzidos".
d) da regência do verbo "chamam".
e) do complemento do verbo "tiveram".



resposta:
[A]

origem:Ufscar2001
tópico:
Interpretacao

sub-grupo:

pergunta:

(QUINO. "Toda Mafalda". São Paulo: Martins Fontes, 1999, p. 264.)

Para que um ato de comunicação obtenha sucesso, é muito importante que haja um conhecimento comum, partilhado entre as pessoas. A graça nos quadrinhos apresentados reside no fato de haver informações não partilhadas entre as personagens.

a) Considerando todas as informações da história, explicite o que a personagem Susanita quis dizer, com sua frase no quarto quadrinho, e o que a personagem Manolito entendeu.

b) Percebe-se, no quarto quadrinho, uma oscilação no emprego de pessoas gramaticais. Reescreva a frase da personagem, utilizando uma única pessoa gramatical.


resposta:
a) Susanita afirma ser a nota zero muito para Manolito, logo a professora só poderia estar louca. Manolito interpreta a fala de Susanita como um ato de solidariedade, pois conforta-se com a fala dela.

b) - na 2 pessoa: "Imagina só, te dar zero! Tua professora está louca!"
- na 3 pessoa: "Imagine só, lhe dar zero! Sua professora está louca!"

origem:Ufscar2001
tópico:
Literatura

sub-grupo:Romantismo

pergunta:Apresenta-se, em "Ubirajara", um cenário de exaltação ao herói. Logo, trata-se de um ritual grandiloqüente para aquele que simboliza o poder na tribo, em valores que expressam o ideário romântico do qual participou Alencar

a) Por que se pode dizer que a oração "Tu és Ubirajara" sintetiza o discurso de exaltação ao herói?

b) Comente a visão romântica do índio brasileiro, expressa em Alencar, comparando-a com a visão do índio no Modernismo, valendo-se da figura de "Macunaíma", de Mário de Andrade:

No fundo do mato-virgem nasceu Macunaíma, herói de nossa gente. Era preto retinto e filho do medo da noite. Houve um momento em que o silêncio foi tão grande escutando o murmurejo de Uraricoera, que a índia tapanhumas pariu uma criança feia. Essa criança é que chamaram de Macunaíma.

(ANDRADE, Mário. "Macunaíma, o herói sem nenhum caráter". 31. ed. Belo Horizonte/ Rio de Janeiro: Garnier 2000, p. 13.)



resposta:
a) Ubirajara, cujo significado é "senhor da lança", ganha tal atributo por seu feito heróico nas guerras disputadas. Sintetiza a exaltação do herói, porque faz parte da cena em que lhe é conferido o título.

b) A visão romântica retrata o índio de forma idealizada e eufórica. Alencar constrói Ubirajara aos moldes das grandes epopéias da Europa. Em Macunaíma, o anti-herói, deixa o caráter grandiloqüente e assume o feitio cômico e contraditório.

 


Próxima Página »

Página 1 de 10