Banco de dados de questões do vestibular
questões de vestibulares
|
 

Questões Ufes

REF. Pergunta/Resposta
origem:UFES
tópico:
citologia

sub-grupo:

pergunta:O modelo abaixo representa a configuração molecular da membrana celular, segundo Singer e Nicholson. Acerca do modelo proposto, assinale a alternativa incorreta.



a) O algarismo 1 assinala a extremidade polar (hidrófila) das moléculas lipídicas.
b) O algarismo 2 assinala a extremidade apolar (hidrófoba) das moléculas lipídicas.
c) O algarismo 3 assinala uma molécula de proteína.
d) O algarismo 4 assinala uma molécula de proteína que faz parte do glicocálix.
e) O algarismo 5 assinala uma proteína extrínseca à estrutura da membrana.

resposta:Letra D

origem:Ufes
tópico:
Bioquímica

sub-grupo:Vitaminas

pergunta:OSTEOPOROSE AFETA 25% DAS MULHERES NA MENOPAUSA. ("Folha de São Paulo", 17-09-95)

Para prevenção da osteoporose recomendam-se, entre outras medidas, caminhadas e sol. Esse tratamento preventivo leva o organismo a produzir
a) estrogênios, que reduzem a atividade osteoclástica dos ossos.
b) estrogênios, que são necessários para uma maior absorção de cálcio e de fosfato nos ossos.
c) vitamina A, que é o radical prostético de enzimas que atuam na absorção de cálcio e fósforo.
d) vitamina C, necessária nos processos de cicatrização das fraturas, por aumentar a atividade osteoblástica dos ossos.
e) vitamina D, que aumenta a absorção do cálcio pelo intestino.

resposta:E

origem:UFES
tópico:
Parasitologia

sub-grupo:

pergunta:A derrubada das matas no Espírito Santo produziu novas doenças, como o câncer de pele, alterou outras, como leishmaniose, e expandiu algumas, como a esquistossomose [...], sem contar com a permanente ameaça de a malária voltar a qualquer instante [...]. Até 1980 apenas 60 casos de leishmaniose haviam sido notificados, limitados aos municípios de Viana, Cariacica e Afonso Cláudio. Dez anos depois, já na década de 90, registraram-se 890 novos casos e ampliou-se seu raio de ação. A doença está hoje em 54 municípios, com maior presença no norte do Estado. [...]. O crime se revela ainda maior quando se sabe que num só hectare de mata atlântica encontravam-se até 270 espécies de árvores, acompanhadas por diversas outras espécies principalmente epífitas [...], parasitas e saprófitas [...] e de animais invertebrados. Certos beija-flores, sanhaços, marsupiais (como o gambá e a cuíc

a), preguiças, sagüis, pererecas, patiobas (jararacas-verdes) e inúmeros outros estavam limitados à mata atlântica. (...) "
A Gazeta", 8 de agosto de 1999.

2. Em relação à Leishmaniose, é CORRETO afirmar:


a) Os municípios que apresentam maior número de casos de doença são aqueles em que ocorre alto consumo de águas superficiais, sem tratamento ou deficientemente tratadas.

b) O fim das matas e de sua fauna levou a leishmaniose a adaptar-se ao ciclo domiciliar.

c) O quadro atual da doença, instalado no Estado, pode ser revertido com a recuperação das matas ciliares e das capoeiras, com a diminuição da insolação e com medidas de saneamento básico.

d) As condições climáticas e geográficas da região litorânea favorecem a disseminação da doença.

e) A eliminação de cães portadores da

resposta:B

origem:Ufes
tópico:
Embriologia

sub-grupo:

pergunta:O tipo de desenvolvimento embrionário, entre as espécies, depende muito do tipo de ovo que o animal produz e das necessidades de vitelo dos embriões, de acordo com o meio em que irão desenvolver-se.


Analisando os tipos de ovos representados na figura, em relação à distribuição e à quantidade de vitelo existente, podemos afirmar que
a) o ovo 1 pertence a animais que retiram alimento diretamente da mãe e a animais possuidores de larvas, as quais retiram alimento da natureza.
b) o ovo 2 origina animais que, ao nascer, não se assemelham ao adulto, passando por várias metamorfoses para completar o seu desenvolvimento.
c) o ovo 3 é dotado de reservas suficientes para a nutrição do embrião e caracteriza os animais cujo desenvolvimento ocorre totalmente dentro do ovo.
d) o ovo 1 e o ovo 3 possuem quantidade e distribuição de vitelo que promovem uma segmentação com divisões celulares mais lentas.
e) a seqüência desses tipos de ovos demonstra um caráter evolutivo crescente na escala zoológica.

resposta:A

origem:Ufes
tópico:
Embriologia

sub-grupo:

pergunta:Em anfíbios, realizaram-se experimentos em que os núcleos de células embrionárias foram transplantados para ovos de anfíbios, que tiveram seus núcleos retirados. Considerando-se o total de ovos que não rejeitaram o núcleo transplantado, foi montado o gráfico a seguir:

A explicação para a diferença refletida no gráfico é que:
a) os núcleos de mórula estão em um estágio em que todos os genes estão reprimidos.
b) os núcleos de mórula são geneticamente distintos dos outros núcleos em questão.
c) os núcleos de blástula e gástrula não receberam os estímulos citoplasmáticos necessários para o desenvolvimento do embrião.
d) os núcleos de blástula e gástrula têm seus produtos gênicos eliminados por mecanismos de regulação.
e) os núcleos de gástrula já se encontram em estágio de diferenciação.

resposta:E

origem:Ufes
tópico:
Zoologia

sub-grupo:Protocordados

pergunta:Um aluno esquematizou um Anfioxo, indicando, com legendas, os principais caracteres do filo Chordata. Indique a legenda que aponta o ERRO cometido pelo aluno.
a) Legenda 1.
b) Legenda 2.
c) Legenda 3.
d) Legenda 4.
e) Legenda 5.

resposta:C

origem:Ufes
tópico:
Educação Sexual

sub-grupo:

pergunta:"O Espírito Santo tem o mais alto índice de gravidez na adolescência da Região Sudeste. De acordo com os dados do IBGE de 1995, entre as adolescentes de 15 a 17 anos que tiveram filhos na região, 9,2% eram capixabas."
A GAZETA, 16/8/98

Além do uso de preservativos, um dos métodos contraceptivos que pode ser utilizado é o da "Tabelinha".

a) Com base no gráfico acima, descreva o ciclo menstrual, considerando os hormônios gonadotróficos e ovarianos envolvidos.
b) Baseando-se no mesmo gráfico, explique o método da "Tabelinha".

resposta:
a) O ciclo menstrual de 28 dias envolve a fase folicular (1º ao 14º di
a), a ovulação (por volta do 14º dia) e a fase secretora (do 14º ao 28º dia).
A fase folicular é regulada pelo FSH hipofisário. Esse hormônio estimula o desenvolvimento do folículo ovariano. Folículos em desenvolvimento liberam estrogênio, hormônio que coordena o desenvolvimento do endométrio uterino.
Através de retroalimentação (feed-back), o estrogênio ovariano inibe a atividade da hipófise. Esta glândula libera, então, o LH ( hormônio luteinizant
e), que determina a ovulação por volta do 14º dia do ciclo.
Na fase secretora o LH também estimula o corpo lúteo ovariano a produzir progesterona que mantém o endométrio viável até o final do ciclo.

b) O método anticoncepcional "tabelinha" baseia-se no fato de que por volta do 14º dia do ciclo ocorrerá a ovulação. Descontando-se 5 dias antes e 5 dias depois do dia "mais provável", evita-se o período fértil em que a chance de uma gravidez indesejada é maior. Estatisticamente tal método traz cerca de 25% de risco.

origem:Ufes
tópico:
Zoologia

sub-grupo:Moluscos

pergunta:A classe Gastropoda conquistou uma ampla variedade de "habitats", o que certamente tornou esse grupo o mais bem sucedido entre os moluscos. O referido grupo sofreu a mais extensa irradiação adaptativa dentro desse filo.
a) Considerando as modificações que sofreram algumas espécies de gastrópodos, na transição do ambiente aquático para o terrestre, especifique as alterações que se deram no que se refere a: - concha; - desenvolvimento reprodutivo; - local de troca gasosa.
b) Qual o significado evolutivo e ecológico da irradiação adaptativa ocorrida nos gastrópodos?

resposta:a) Os gastrópodes terrestres apresentam conchas menos calcificadas (caracóis) ou ausente (lesmas). Tal fato permite a estes animais de corpo mole, maior capacidade locomotora e de dispersão pelo ambiente.
São organismos monóicos, o que significa maior probabilidade de cruzamento em qualquer encontro de adultos aptos à reprodução. O desenvolvimento é direto, ou seja, sem fase larvária. Gastrópodes terrestres realizam trocas gasosas através da superfície interna da cavidade paleal. Esta estrutura funciona, efetivamente, como um pulmão modificado.
b) Gastrópodes aquáticos apresentam conchas mais calcificadas o que lhes conferem maior proteção contra o ataque de predadores. Os que não as possuem são, geralmente, venenosos. No ambiente aquático respiram através de brânquias. Muitos são monóicos, outros dióicos. A fecundação é externa ou interna, com desenvolvimento indireto (larvas). As adaptações referidas nos itens a e b justificam a grande irradiação adaptativa dos moluscos gastrópodes. Tal capacidade de dispersão e adaptação também é explicada pelo fato de que estes animais ocupam diversos níveis tróficos nas cadeias e teias alimentares de que fazem parte.

origem:Ufes
tópico:
Zoologia

sub-grupo:Aves

pergunta:As aves representam um importante grupo de vertebrados. Seu sucesso está em parte ligado ao fato de serem voadoras. Para tanto, apresentam várias características que tornam o vôo possível.
Cite quatro dessas características e justifique o porquê de cada uma. 12. (Unicamp) Nas aves, a aquisição evolutiva de penas foi um passo importante para o vôo.
a) Cite duas outras características que permitiram às aves aprimorar sua capacidade de vôo.
b) Além do vôo, dê outra função das penas.
c) Que estrutura dos mamíferos é homóloga às penas? Explique.

resposta:Aves podem voar porque:

- possuem asas e forma aerodinâmica, para se sustentar no ar.
- são cobertas por penas muito leves diminuindo o peso específico durante o vôo.
- seus ossos são pneumáticos, ocos e cheios de ar quente, o que diminui a densidade do animal.
- não possuem bexiga urinária e defecam durante o vôo, o que representa ganho em peso.

origem:Ufes
tópico:
Zoologia

sub-grupo:Anelídeos

pergunta:As minhocas participam ativamente da produção de húmus e, quanto maior o número desses animais, maior é a fertilidade do solo. Sobre as minhocas, pode-se dizer que
a) são animais dióicos, com dimorfismo sexual, fecundação interna e desenvolvimento direto.
b) têm um sistema reprodutor masculino bem desenvolvido, que apresenta testículos, receptáculos seminais e glândulas prostáticas.
c) emparelham-se, no processo reprodutivo, mas apenas uma transfere esperma para a outra, separando-se logo em seguida.
d) armazenam nas vesículas seminais o esperma recebido de outra minhoca no momento da cópula.
e) liberam o esperma quando o casulo contendo óvulos passa pelas aberturas dos receptáculos seminais, momento em que ocorre a fecundação.

resposta:E

origem:Ufes
tópico:
Zoologia

sub-grupo:Insetos

pergunta:Recentemente, na região da Grande Vitória, no Espírito Santo, têm surgido vários casos de dengue. Essa doença é transmitida por certos mosquitos quando sugam o sangue humano. Uma das estratégias de prevenção à dengue é eliminar corpos d'água nas regiões urbanas, pois aí se desenvolvem as larvas desses mosquitos. Com base no texto anterior, é possível concluir que o mosquito transmissor da dengue é:

a) ametábolo e hematófago.
b) holometábolo e parasita.
c) hemimetábolo e parasita.
d) holometábolo e predador.
e) hemimetábolo e predador.

resposta:B

origem:Ufes
tópico:
Zoologia

sub-grupo:Insetos

pergunta:Duas formigas da mesma espécie se encontram e estabelecem o seguinte diálogo:


FORMIGA 1:
- Oi, aonde vai tão depressa e tão cheirosa? FORMIGA 2:
- Ah! Estou nas nuvens, de tanta felicidade, pois é verão e espero o meu príncipe encantado para o vôo nupcial. FORMIGA 1 (PENSANDO EM VOZ ALT
A):
- E eu, aqui, no maior cansaço. Queria tanto ser como a formiga 2! Mas como!? Com base nesse "diálogo", podemos dizer que
a) a formiga 1 é uma fêmea operária que, apesar de trabalhar, é fértil, podendo um dia se casar.
b) a formiga 1 é um macho operário, à espera da maturidade sexual.
c) a formiga 1 só originará descendentes por partenogênese.
d) a formiga 2 é uma rainha que, depois de fecundada, perde as asas e dá início à formação de um novo formigueiro.
e) a formiga 2 será fecundada a cada verão de sua vida.

resposta:D

 


Próxima Página »

Página 1 de 13




anatomia musculatura