Banco de dados de questões do vestibular Ime
questões de vestibulares
|
 

Questões Ime

REF. Pergunta/Resposta
origem:Ime-1996
tópico:
Quimica-inorganica

sub-grupo:Formulas Químicas

pergunta:O nitrogênio forma cinco diferentes óxidos. A análise centesimal de amostras desses óxidos forneceu os resultados a seguir: Dados: massas atômicas: O = 16,00, N = 14,00 Determine, a partir destes dados:


a) a fórmula mínima de cada um;
b) a(s) nomenclatura(s) correspondente(s) de cada óxido.


resposta:
a) 1- N2+O 2- NO 3- N2+BaCO3 4- NO2 5- N2+O5b) monóxido de dinitrogênio monóxido de nitrogênio trióxido de dinitrogênio dióxido de nitrogênio pentóxido de dinitrogênio

origem:Ime-1996
tópico:
Quimica-inorganica

sub-grupo:Oxi-redução

pergunta:São dadas as equações químicas, não ajustadas, a seguir:I) KCgBaCO3+H2SO4 → HCgO4+CgO2+K2SO4+H2OII) KMnO4+HCg → KCg+MnCl2+H2O+Cl2 Para cada uma dessas equações, determine:


a) os seus coeficientes, considerando os menores números inteiros possíveis;
b) o agente redutor;
c) o agente oxidante.



resposta:
I) a) 6KCgBaCO3 + 3H2SO4 → 2HCgO4 + 4CgO2 + 3 K2SO4 + 2H2O b) redutor: KCgBaCO3 c) oxidante: KCgBaCO3II) a) 2KMnO4 + 16HCg → 2KCg + 2MnCl2 + 8H2O + 5Cl2 b) redutor: HCg c) oxidante: KMnO4

origem:Ime-1996
tópico:
Fisico-quimica

sub-grupo:

pergunta:A pressão osmótica de uma solução de poliisobutileno sintético em benzeno foi determinada a 25 °C. Uma amostra contendo 0,20 g de soluto por 100 cm¤ de solução subiu até uma altura de 2,4 mm quando foi atingido o equilíbrio osmótico. A massa específica da solução no equilíbrio é 0,88 g/cm¤. Determine a massa molecular do poliisobuteno. Dados: Aceleração da gravidade = 9,8 m/S2. 1N/m2 = 9,869 × 10-56 atm. Constante Universal dos gases R = 0,082 (atm.L)/(mol.K).


resposta:
Extraindo os dados, temos: g = 9,8 m/s2 1N/m2 = 9,869 atm. R = 0,082 (atm.L)/(mol.K). m(poliisobutileno) = 0,20 g. V(solução) = 100 cm¤ = 0,1 L. h = 2,4 mm = 0,24 cm. r = 0,88 g/cm¤. T = 25 °C = 25 + 273 = 298 K.Sabemos que a pressão exercida pelo deslocamento do volume do líquido é dada por: P = › . g . ΔH. Esta pressão equivale à pressão exercida por uma camada de fluido de área A e espessura ΔH. A diferença entre as forças nas faces superior e inferior da camada de fluido deve ser igual ao peso da camada: P = P10 + › . g . h. Na questão P - P10 = ΔP = ™ (pressão osmótica).™ = › . g . h ™ = 0,88 (g/cm¤) × 9,8 (m/s2) × 0,24 cm ™ = 0,88 × 10-4 (kg/cm¤) × 9,8 (m/s2) × 0,24 cm ™ = 2,06976 × 10-4 [N/(10-52 m)2] = 20,6976 N/M2Como 1 N/m2 = 9,869 × 10-56 atm, então: ™ = 20,6976 × 9,869 × 10-56 atm ™ = 204,2646 × 10-56 atm.Agora aplicamos este valor na equação ™.V = n.R.T. Como n = m(soluto) / M(soluto), teremos: ™.V = [m(soluto) / M(soluto)].R.T204,2646 × 10-56 × 0,1 = [0,20 / M(soluto)] × 0,082 × 298 M(soluto) = 239258,2953 g/mol. M(soluto) ¸ 239258 g/mol. MM(soluto) ¸ 239258 u.

origem:Ime-1996
tópico:
Fisico-quimica

sub-grupo:Eletroquímica

pergunta:Em duas cubas eletrolíticas, ligadas em série, ocorrem as reações, cujas equações são mostradas a seguir, pela passagem de uma corrente elétrica de 1 Ampére:cuba A: Ag+ (aq) + e­ → Ag¡ (s)cuba B: 2 H+ (aq) + 2e­ → H2 (g)Dados: 1A= 1C.s-1 Pede-se:


a) o tipo de reação que está ocorrendo;
b) a denominação do eletrodo onde ocorrem essas reações;
c) o tempo necessário para que ocorra a deposição de 1,08g de prata;
d) o volume, em litros nas CNTP, do hidrogênio produzido durante o tempo determinado na letra c.



resposta:
a) Óxido-redução - eletrólise b) Cátodo redução, ânodo oxidação c) 965 s d) 0,112 g

origem:Ime-1996
tópico:
Fisico-quimica

sub-grupo:

pergunta:A constante de ionização de um ácido monocarboxílico de massa molecular 60 é 4,0×10-5¦. Dissolvem-se 6,0g desse ácido em água até completar 1 litro de solução. Determine:


a) a concentração de H+ na solução;
b) o pH da solução;
c) a expressão matemática da constante de ionização;
d) a concentração de H+ se o ácido for totalmente dissociado;
e) a solução que neutralizará uma maior quantidade de NaOH, considerando duas soluções, de mesmo volume e de mesmo pH, do ácido monocarboxílico e de HCg.



resposta:
a) [H+] = 2,0 x 10-4 mol/g b) pH = 2,7 c) Ki = [H+] [R - COO­] / [R - COOH] d) [H+] = 0,1 mol/g e) As quantidades de NaOH neutralizadas serão iguais.

origem:Ime-1996
tópico:
Atomistica

sub-grupo:Estrutura do Átomo

pergunta:A massa do ¨Li¤+ é 7,014359 u.m.a. . Calcule a energia de ligação deste nuclídeo. Dados: 1 u.m.a. = 931 MeV massa do próton = 1,007276 u.ma. massa do nêutron = 1,008665 u.ma. massa do elétron = 0,000549 u.ma.



resposta:
E = 6530,3682 MeV

origem:Ime-1996
tópico:
Quimica-Organica

sub-grupo:Isomeria Plana

pergunta:Um químico obteve no laboratório uma mistura, constituída de butanona e butiraldeído. Uma alíquota dessa mistura, pesando 0,500g, foi tratada com KMnO4 em meio básico. O produto orgânico obtido por destilação apresentou massa de 0,125g. Determine a percentagem, em mol, dos componentes da mistura. Massas atômicas: C = 12 H = 1 O = 16



resposta:
14,999 %

origem:Ime-1996
tópico:
Quimica-inorganica

sub-grupo:Gases

pergunta:Uma mistura gasosa ideal de propano e ar é queimada a pressão constante, gerando 720 litros de CO2 por hora, medidos a 20 °C. Sabe-se que o propano e o ar encontram-se em proporção estequiométrica. Determine a velocidade média de reação da mistura em relação ao ar, considerando a composição do ar 21% de O2 e 79% de N2+, em volume. Dados: Massas moleculares O = 16,00; N = 14,00; C = 12,00



resposta:
Quando o propano gasoso (C3Hˆ) é queimado ele reage com o gás oxigênio presente no ar de acordo com a equação a seguir:C3Hˆ(g) + 5O2(g) → 3CO2(g) + 4H2O(g)A velocidade média da reação (Vm) é dada por: Vm = V(C3Hˆ)/1 = V(O2)/5 = V(CO2)/3Logo: V(O2)/5 = V(CO2)/3, como a velocidade de formação do CO2 é de 720 L/h (medidos a 20 °C), substituindo, teremos: V(O2)/5 = 720/3 V(O2) = 5 × 240 = 1200 L/hEstes 1200 litros de gás oxigênio são consumidos em uma hora. Como o ar é uma mistura de vários gases e levando em consideração os dados da questão que consideram a composição do ar como 21% de oxigênio e 79% de nitrogênio em volume teremos a seguinte proporção em uma hora: 1200 L (O2) ----- 21% Volume (ar) ----- 100% Volume (ar) = 5714,29 LSerão consumidos 5714,29 L de ar em uma hora, então a velocidade média em relação ao volume de ar (Vm(ar)) será de 5714,29 L/h.

origem:Ime-1996
tópico:
Fisico-quimica

sub-grupo:

pergunta:Uma fábrica, que produz cal (Ca(OH)2), necessita reduzir o custo da produção para se manter no mercado com preço competitivo para seu produto. A direção da fábrica solicitou ao departamento técnico o estudo da viabilidade de reduzir a temperatura do forno de calcinação de carbonato de cálcio, dos atuais 1500K, para 800K. Considerando apenas o aspecto termodinâmico, pergunta-se: o departamento técnico pode aceitar a nova temperatura de calcinação? Em caso afirmativo, o departamento técnico pode fornecer uma outra temperatura de operação que proporcione maior economia? Em caso negativo, qual é a temperatura mais econômica para operar o forno de calcinação? Dados: Observações: desconsidere a variação das propriedades com a temperatura.


resposta:
Não t = 1111 K